Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Prêmio F5
Descrição de chapéu tiktok

Prêmio F5: Vídeo da 'Pifaizer' é o melhor meme de 2021; veja maior bafão

Brincadeira de Esse Menino teve quase o dobro dos votos do 2º colocado

O humorista mineiro Esse Menino em vídeo sobre e-mails da Pfizer
O humorista mineiro Esse Menino em vídeo sobre e-mails da Pfizer - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O humorista Esse Menino fez o Brasil rir de uma situação bastante complicada pela qual o país passou em 2021. Em meio à pandemia e com a vacinação contra a Covid-19 atrasada, ele divertiu o brasileiro com um vídeo que simulava as negociações de compra da vacina da Pfizer —ou Pifaizer, como ele dizia.

O sucesso foi tanto que a piada com a farmacêutica, ignorada pelo governo brasileiro por meses, foi eleita o melhor meme de 2021 no Prêmio F5, com 39% dos 23.817 votos contabilizados. Foi quase o dobro dos conquistados pelo segundo colocado, a brincadeira de Fiuk com zero batimentos no BBB 21 (20%).

As votações começaram no dia 16 de novembro e foram até 6 de dezembro. O internauta podia votar quantas vezes quisessem pelo F5, site de entretenimento da Folha. Em algumas categorias, houve campanhas de concorrentes e mutirões de fã-clubes, o que potencializou a disputa. Entre as categorias estreantes do ano estão melhor podcast de entretenimento e melhor serviço de streaming.

Além das piadas da Pfizer e de Fiuk no BBB 21, também estavam no páreo pelo Prêmio F5 o jargão "Lumena não autorizou", nascido no mesmo reality da Globo, em referência ao autoritarismo da competidora Lumena Aleluia. O meme acabou ficando com 19% dos votos na categoria.

Atrás dele ficaram ainda a cena hilária protagonizada por Narcisa Tamborindeguy em uma live com Maitê Proença. Apesar de o público poder ver e ouvir a atriz muito bem, a socialite acreditou que ela estava com a transmissão travada, e começou a falar sozinha em vídeo. A gafe conquistou 18% dos votos.

Já na lanterninha de memes mais populares do ano ficou o termo "cringe", descoberto apenas agora por muitos adultos, mas já usado pelos mais jovens para descrever coisas ou pessoas que consideravam vergonhosos. A piada, que saiu dos círculos adolescentes, levou 4% dos votos no Prêmio F5.

TRETA DO ANO

Além dos memes, os famosos bafões também renderam notícia e mobilizaram os fãs neste ano. Entre muitas diretas e indiretas, o Prêmio F5 de maior bafão ficou para as atrizes Samantha Schmütz e Juliana Paes, que se desentenderam ao falarem de política, pandemia e sobre o presidente Jair Bolsonaro.

As alfinetadas entre as duas conquistou 41% dos votos, superando os 24% conquistados pelo bafão que foi o adeus antecipado de Fausto Silva do Domingão do Faustão (Globo), sem que ele pudesse nem mesmo se despedir de seu público.

Também estavam na disputa de bafões mais marcantes do ano: o "cancelamento" de Karol Conká no BBB 21 (18%), o desentendimento de Yasmin Brunet com a família de seu marido, o surfista Gabriel Medina (9%), e a suposta traição de Pyong Lee com Antonela Avellaneda durante a Ilha Record (7%).

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem