A Fazenda 13

A Fazenda 13: Erika Schneider foi bailarina do Faustão e já morou na Alemanha

Após 8 anos no dominical da Globo, ela espera ficar mais conhecida no reality

Erika Schneider - Trumpas/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

A modelo e dançarina Erika Schneider, 30, também está entre os participantes de A Fazenda 13 (Record), que estreou na noite desta terça-feira (14). O nome dela foi confirmado há poucos minutos nas redes sociais do programa.

Ex-bailarina do Domingão do Faustão, ela ficou no programa dominical da Globo durante cerca de 8 anos. Porém, está encarando o confinamento no reality show como uma chance de ficar mais conhecida do grande público.

"Vejo como uma oportunidade muito grande não só de ganhar o prêmio –todo mundo está entrando por causa disso–, mas também de as pessoas me conhecerem mais", contou a peoa antes de entrar na casa. "Muita gente me conhece do Domingão e também do Instagram ou outra rede social, mas o reality show tem um alcance enorme."

"Estou encarando isso como um desafio gigante e uma chance de as pessoas conhecerem a Erika de verdade", continuou. "Não só a Erika, bailarina do Faustão, não só a Erika modelo e influencer, mas a Erika na essência. Estou levando as peças da minha marca também e quero que as pessoas conheçam meu trabalho. E, claro, quero chegar até o final e vencer o programa."

Ao lado dela, também estarão em A Fazenda 13: Arcrebiano, Dayane Mello, Dynho, Fernanda Medrado, Gui Araújo, Liziane Gutierrez, Marina Ferrari, MC Gui, Mileide Mihaile, Mussunzinho, Nego do Borel, Tati Quebra Barraco, Tiago Piquilo, Valentina Francavilla e Victor Pecoraro.

A 13ª edição do reality será apresentada por Adriane Galisteu, 48, após a saída de Marcos Mion, 42, que apresentou as três edições anteriores. O programa deve durar, em princípio, 94 episódios.

Schneider, que é descendente de alemães e já morou no país europeu, disse que não pretende se envolver em muitas tretas. "Sou relativamente calma, resiliente, paciente, até porque eu trabalhei com muitas pessoas", avisou. "Lá no balé eram 40 meninas, muitas personalidades diferentes."

"Mas não sei como será meu comportamento confinada", avaliou. "Aqui fora, você briga com alguém e sai de perto. Lá, não. Você vai conviver com essas pessoas e vai rolar briga, discussão, intriga. Não sei responder como será a Erika dentro de um reality show."

A bailarina está solteira e não descarta um envolvimento amoroso durante o confinamento. "Eu não digo nem que sim, nem que não", desconversa. "Mas estou indo bem focada no jogo. Acho que, se você se relaciona com alguém lá dentro, acaba perdendo um pouco o foco. Então, não é minha ideia. Mas eu não sou do tipo que diz ‘nunca vou fazer isso’, até porque a gente nunca sabe, né?"

Ela também diz que não terá problema em cuidar dos animais do programa. "Eu amo animais, mas não tenho convívio diário com os que vão estar na Fazenda", disse. "Tenho contato com animais domésticos, como cachorro e gato. Mas eu amo de paixão. Cuidar deles será um desafio para mim."

Schneider não esconde a vontade de voltar a trabalhar na televisão após sair do programa. "Acredito que o reality vai abrir muitas portas para isso", contou. "Tenho vontade de voltar a ser repórter e acho que a visibilidade vai me ajudar muito."

"Também tenho sonho de colocar em prática minha marca", continuou. "Lancei uma coleção há uns anos e deu supercerto, mas, por conta da pandemia, não consegui continuar e esse ano estou apostando novamente. Na verdade, sou eu que faço tudo sozinha e me empenho em entender o negócio, desde a parte do conceito das peças até os detalhes de empreender."

"Fiz uma nova coleção agora e as pessoas vão me ver usando minhas próprias peças no reality", adiantou. "Infelizmente, não consegui produzir mais itens a tempo porque faltou verba, mas creio que minha participação no programa vai permitir que eu conquiste cada vez mais. Espero que as pessoas gostem, assim como eu. Estou muito feliz."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem