Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Televisão

Globo nega que processará Camila Queiroz após saída de 'Verdades Secretas 2'

Emissora também diz que participação de atriz no Fantástico será mantida

Camila Queiroz
Camila Queiroz - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A Globo nega que processará Camila Queiroz, 28, após a tumultuada saída da atriz da segunda temporada de "Verdades Secretas" antes do término das gravações —a artista faz Angel, a protagonista da novela escrita por Walcyr Carrasco e exibida no Globoplay.

"A Globo não tomou a decisão de processar Camila Queiroz e sequer estuda o tema", diz texto publicado na manhã desta sexta (26) no Gshow, o site oficial de entretenimento da Globo.

A empresa também afirma serem falsas outras notícias já veiculadas sobre o fim do contrato da atriz com a emissora. Uma delas é que Camila teria sido cortada da tradicional vinheta de final de ano da Globo. "A atriz nunca gravou participação na vinheta. Portanto, não poderia ter tido sua presença cortada."

Outro esclarecimento é que a presença da artista no quadro amigo oculto do Fantástico, normalmente exibido no período das festas de fim de ano, já está gravada e será mantida.

A Globo acrescenta ainda que Camila não foi demitida, já que desde o início de 2021 ela era contratada por obra pela emissora. O último vínculo da atriz com a empresa, para a gravação de "Verdades Secretas 2", terminou no dia 10 de novembro.

"Como já esclarecido antes, por conta dos rigorosos protocolos contra a Covid-19, foi necessário prorrogar as gravações. A Globo e a atriz não chegaram a um acordo para assinar a extensão contratual necessária para a conclusão das cenas da personagem Angel. Não houve, portanto, demissão —mas o encerramento de um contrato que foi cumprido até o final do prazo ajustado", diz a empresa.

A Globo anunciou a saída de Camila Queiroz da novela no dia 17 de novembro. Em comunicado, a emissora afirmou que a atriz fez exigências "inaceitáveis" como determinar o desfecho da personagem na trama, o "compromisso formal de que faria parte de uma eventual terceira temporada da obra, além de outras demandas contratuais inaceitáveis".

No mesmo dia, a atriz, em nota, rebateu a emissora, afirmando que o destino de Angel tinha mudado, contrariando promessas que ela teria recebido. Ela também afirmou que estava sendo punida por não ter renovado seu vínculo de longo prazo com a emissora no começo deste ano.

Sem exclusividade com a Globo, Camila apresentou o reality show Casamento às Cegas Brasil ao lado do marido, Klebber Toledo, na Netflix.

No dia seguinte ao anúncio da sua saída, a atriz publicou vídeos no Instagram negando que tenha pedido para mudar o fim da novela.

Nesta sexta (26), em entrevista ao colunista Tony Goes, o diretor Ricardo Waddington, da Globo, voltou a dizer que a atriz teria feito um "conjunto de exigências que não existe no mundo da produção audiovisual" para terminar as gravações de "Verdades Secretas 2".

Procurada novamente a se manifestar sobre o assunto, a assessoria da atriz não respondeu até a conclusão deste texto.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem