Música

Giulia Be lança 'Lokko' e afirma iniciar uma era 'mais preparada e artista'

Single da cantora de 21 anos chega acompanhado de clipe nesta sexta

Cantora Giulia Be grava o clipe 'Lokko' João Arrases/Divulgação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Mais livre do que nunca, a cantora Giulia Be, 21, lança, nesta sexta-feira (11), o single “Lokko” como ponta pé inicial de sua nova era, mais madura, segura e pronta. Após meses de estudos e preparação, a artista afirma que, daqui para frente, todos verão “uma Giulia mais preparada, mais artista.”

“Vocês acham que eu fiquei seis meses sem fazer nada?”, brinca a cantora, em entrevista ao F5. O single, que fala sobre a animação e o “gostinho de vida” de um amor louco, chega acompanhado de seu clipe, produzido no parque Hopi Hari, em Vinhedo (interior de SP), que virou a “Locolândia” de Giulia.

Além da produção do parque de diversões e referências dos anos 1970, 1980 e 2000, o clipe traz convidados especiais, como o cantor Pedro Sampaio, 23, que já esteve no clipe de “Recaída”, e Lucas Jagger, 22, seu melhor amigo. “Não é a toa que eu estou me sentindo tão livre, solta e representada.”

A artista diz que sua principal motivação para voltar com uma produção grandiosa foi o apoio de seus fãs. Já sobre a escolha por “Lokko” para esse retorno, ela conta que era uma música já escrita e muito requisitada por seus seguidores, mas que chega agora cheia de ressignificação.

Giulia conta que reescreveu um verso da canção e trabalhou para colocar seu coração nela. “Precisei de um tempo esse ano para assimilar tudo o que aconteceu com a minha carreira”, conta, “nesses meses, fui descobrindo o que era o mercado de trabalho e ter uma equipe.”

Nesse período, a cantora também se dedicou às aulas de dança, de voz e a entender como sua carreira começou de forma tão rápida na internet. Em apenas dois anos, Giulia já tinha a música "Too Bad" na trilha sonora da novela "O Sétimo Guardião" (Globo, 2018).

Com essa ascensão rápida, a artista afirma que é difícil receber críticas e ataques, mais frequentes nas redes sociais, mas ressalta que tem lidado bem, focando em comentários positivos e de apoio.

“As pessoas precisam ter mais responsabilidade sobre o que elas falam”, comenta ela que relembra os ataques sofridos pela cantora Luísa Sonza, 22, que adiou a estreia de seu álbum e está afastada das redes sociais. “É uma realidade que ao mesmo tempo que parece distópico, absurdo e muito distante, nunca esteve tão próximo.”

Giulia mesma já passou por problemas de fale news e rumores nas redes sociais, com a propagação de histórias sobre um possível relacionamento dela com o cantor Luan Santana, 30, em outubro do ano passado. Na época, os dois lançaram a música e o clipe de “Inesquecível”.

"Essa história, maior do que eu ou Luan, reflete uma sociedade brasileira absolutamente machista”, diz ela, “fui envolvida em uma narrativa distorcida, e foram coisas que eu, simplesmente, não estava pronta ainda para lidar na época.”

Giulia ressalta que os meses que passou sem novas músicas foram importantes até para esse aspecto de sua carreira, e para entender “como posso não fazer as coisas negativas do virtual de fato entrarem na minha vida.”

GIULIA INTERNACIONAL?

Perguntada sobre os novos caminhos de sua carreira, Giulia afirma que tem interesse em levar seu trabalho para além das fronteiras do Brasil. “Sempre falo que o artista tem uma carreira só. Cresci admirando a Anitta e esse jeito dela de ir e fazer coisas que ninguém nunca fez. Isso abriu o meu olho.”

Apesar de já ter gravado nos dois idiomas, a cantora afirma que seu esforço para aprimorar o inglês e espanhol estarão ainda mais presentes agora. Para ela, os brasileiros devem “ocupar novos espaços. Não é só porque a música é em português e eu sou do Brasil, que não conseguimos expandir.”

Giulia diz que o Brasil está cheio de “Girl’s from Rio” [nome da mais recente música de Anitta] prontas para conquistar o mundo. A cantora afirma que se prepara para o retorno das turnês e revela que pensa na possibilidade de fazer shows em Portugal quando a situação da pandemia estiver melhor.

“Continuo ensaiando com a minha banda na medida do possível, tocando com eles e esperando um pouco”, diz. “Como não pude fazer minha outra turnê, sinto que estou com uma pendente”, completa ela, que pretende misturar suas músicas antigas com novos lançamentos em uma turnê “dois em um”.

Agora, em sua nova era, Giulia afirma que buscou inspirações em tendências do exterior e em artistas como Christina Aguilera, 40. Para ela, a essência de seu trabalho é juntar o moderno e o clássico da música com a emoção de suas letras e seu violão. “Sempre acaba sendo sobre isso no fim do dia.

Recentemente, ela apareceu como artista destaque do Spofity em uma propaganda feita na Times Square, em Nova York. Segundo dados da plataforma, a artista possui 3 milhões de ouvintes mensais e mais de 480 mil seguidores.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem