Zapping - Cristina Padiglione

Gil do Vigor enaltece a família em seu documentário no GloboPlay

Confira detalhes da 3ª produção derivada do BBB 21 na plataforma

Imagem mostra homem abraçando duas mulheres, com passaporte na mão
Documentário 'Gil na Califórnia' vai mostrar a importância da família na trajetória de Gil - Globo/ Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

"Gil na Califórnia", documentário original do Globoplay, vai mostrar a importância da família na trajetória de Gilberto Nogueira, 30 anos. Na foto em destaque, ele se despede da irmã e da mãe ao embarcar para os Estados Unidos, onde atualmente estuda. "A família é a minha essência, meu tudo", comenta Gil sobre trecho do programa que aborda suas origens.

A produção, que estreia na quinta-feira (9), conta a história do ex-BBB desde as dificuldades da sua infância no Recife (PE), até sua mudança para os Estados Unidos, onde cursa pós-doutorado em economia, na Universidade da Califórnia.

Assim que saiu do reality show, Gil do Vigor foi contratado pela Globo para participar de projetos da emissora. Ele estreou em julho o quadro "Tá Lascado", com dicas sobre economia doméstica, exibido semanalmente no Mais Você. No mês seguinte, o ex-BBB foi confirmado na nona temporada do "Vai que Cola", programa de humor do Multishow que estreou nova fase na quarta-feira (1°).

O doc pretende espelhar essa virada de vida promovida pela TV, que se reflete e rende dividendos também como influenciador digital, por meio de grandes campanhas publicitárias.

Em outubro, ele faturou um bom cachê para participar do lançamento do filme "Eternos" em Los Angeles e divulgar o filme das redes sociais.

Em entrevista à Forbes, o ex-BBB revelou ter ultrapassado o valor do prêmio máximo do reality em seis meses, apenas com os contratos publicitários: "Já faturei R$ 15 milhões", disse ele na ocasião.

Isso sem contar os ganhos com o livro "Tem que Vigorar! Como me aceitei, venci na vida e realizei", lançado em junho pela Editora Globo. Na obra, ele fala sobre o processo de aceitação de sua sexualidade, tema sobre o qual sempre se posicionou, dentro e fora da casa.

Esse é o terceiro documentário que a 21ª edição do BBB rende ao Globoplay. Em abril, a plataforma de streaming lançou "A Vida Depois do Tombo", série documental que aborda a onda de cancelamentos vivida por Karol Conka após sua participação polêmica no reality.

Depois disso, Juliette Freire, a campeã da vez, estreou "Você Nunca Esteve Sozinha", que narra em seis episódios os primeiros dias da vencedora fora da casa, sua relação com o público e o início da fama, até chegar ao lançamento de seu primeiro EP.

A produção tem direção executiva de Rafael Dragaud, direção geral de Patrícia Carvalho, direção de Patricia Cupello e roteiro de Washington Calegari.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem