Zapping - Cristina Padiglione

Na guerra do streaming, Globoplay faz do acervo nacional a sua diferença

Plataforma tem 50 clássicos do cinema e cria segmentos para cada gênero

Da esq. para dir., os atores Mauro Mendonça, Sônia Braga e José Wilker em cena do filme "Dona Flor e Seus Dois Maridos"
Da esq. para dir., os atores Mauro Mendonça, Sônia Braga e José Wilker em cena do filme "Dona Flor e Seus Dois Maridos" - Reprodução

Enquanto Netflix e Amazon lutam para ampliar o número de títulos brasileiros em seus catálogos para o mercado local, a Globo investe pesado na ampliação do acervo nacional, que já é bem maior em seu menu. Depois de disponibilizar uma série de novelas antigas em seu serviço de streaming Globoplay, o grupo aposta agora na oferta de clássicos do cinema nacional.

Nesta segunda-feira (7), o Globoplay começou a despejar para os seus assinantes um pacote de 50 filmes brasileiros, incluindo clássicos como “Dona Flor e Seus Dois Maridos” (o original, com Sônia Braga).

A lista inclui as pérolas de Zé do Caixão (1936-2020) e obras-primas do Cinema Novo, de Glauber Rocha, como “Terra em Transe”. O menu foi reorganizado em dez seções, como Precursores, Cinema Novo, Censurados, Inspirados pela Literatura, Inspirados em Histórias Reais, Documentários, Campeões de Bilheteria e outras.

ARRAIAL

Antes que a campeã do Big Brother Brasil 21, Juliette, apareça com Gilberto Gil em show no Globoplay no domingo (13), o ex-BBB Gil do Vigor conversará com Érico Brás no Se Joga, sábado (12), ao lado de Elba Ramalho. Tudo em nome das festas juninas, tema que dominará o mês no programa de Fernanda Gentil.

Se Joga
Érico Brás entrevista Gil do Vigor e Elba Ramalho - Caio Coutinho/Divulgação

SUSPENSE

O Paulistão na Globo em 2022 é cena incerta. Procurada pela coluna, a emissora informou, por meio de sua assessoria de comunicação: "Temos interesse na competição e estamos em negociação, sempre com base em um modelo sustentável e eficiente."

A proposta agora parte do princípio de que o campeonato estará em outra tela gratuita (ou quase, já que streaming sempre carece de um serviço de banda larga): a Federação Paulista de Futebol vendeu os direitos de 16 partidas para o YouTube, incluindo os dois jogos da final e um da semifinal. O YouTube também poderá utilizar entrevistas e melhores momentos referentes a todas as partidas.

GANGORRA

A estreia da sexta temporada do The Voice Kids, a primeira sob o comando de Márcio Garcia, registrou 13,2 pontos em São Paulo e foi a pior marca de lançamento no histórico do reality show. A quinta safra estreou com 14,2 pontos; a quarta, com 15,3; a terceira, com 19,7; a segunda, 15,9 e a primeira, 17,8.

EM COMPENSAÇÃO

Ao mesmo tempo, a chegada do reality musical acrescentou três pontos ao saldo de audiência da Globo no início das tardes de domingo, em comparação com o saldo das quatro semanas anteriores no mesmo horário. A Globo aposta na identificação de Garcia com o público infantil do programa.

AUDIÊNCIA

25 pontos
marcou a partida entre Brasil e Equador na sexta-feira (4)

16,2 pontos
teve “A Vida da Gente” na sexta (4), bem abaixo do patamar do horário

A BOA DO DIA

O escritor e jornalista Ruy Castro fala de profissão e alcoolismo com Marcelo Tas
#Provoca - TV Cultura, às 22h

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem