Televisão

Gugu Liberato será velado na Assembleia Legislativa de São Paulo a partir de quarta

Apresentador tinha 60 anos e bateu a cabeça após queda em sua casa nos EUA

O apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato, o Gugu, durante a gravação do programa  “Canta Comigo”
O apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato, o Gugu, durante a gravação do programa Canta Comigo - Divulgação/Record TV
São Paulo

O corpo de Gugu Liberato, que teve a morte anunciada nesta sexta-feira (22) aos 60 anos, será velado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo a partir da próxima quarta-feira (27). O velório será aberto ao público. 

As informações são da assessoria do apresentador. De acordo com Esther Rocha, a Assembleia Legislativa ofereceu o salão nobre para a realização da cerimônia. No início da próxima semana haverá uma reunião para definir os detalhes. 

Sobre o sepultamento de Gugu, a assessoria informou será no jazigo da família no Cemitério Getsêmani, no Morumbi em São Paulo, mesmo local onde o pai do apresentador está enterrado. 

Gugu Liberato morreu em um hospital em Orlando, no estado americano da Flórida, onde estava internado desde quarta (20). O apresentador, que morava em um condomínio nos arredores da cidade, caiu de uma altura de quatro metros, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão.

Ele foi encaminhado a um hospital Orlando Health Medical Center. Devido à gravidade de seu estado, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação, foi constatada a ausência de atividade cerebral, segundo a nota de falecimento, que não especifica a data exata da morte. 

Os órgãos do apresentador serão doados. “Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos. Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente”, diz a nota emitida pela assessoria de Gugu. Essa doação poderá beneficiar até 50 pessoas. 

De acordo com Flávio Ricco, colunista do UOL, os médicos do Orlando Health Medical Center informaram à família de Gugu que a decisão de doar todos os órgãos do apresentador pode beneficiar até 50 pacientes.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) lamentou, em mensagem publicada no Twitter, a morte de Gugu Liberato. "O país perde um dos maiores nomes da comunicação televisiva, que por décadas levou informação e alegria aos lares brasileiros", disse a mensagem. 

Outros artistas, como Ana Hickmann e Ana Maria Braga, também se despediram do apresentador. O colega de profissão César Filho afirmou que Gugu tinha planos de se distanciar cada vez mais da televisão para passar mais tempo com os três filhos, João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15.

O SBT homenageou o apresentador com uma vinheta especial de 12 segundos, para agradecer pelos quase 30 anos de serviços prestados por ele. Ex-assistente de Gugu, Flor implora ao dono da emissora, Silvio Santos, cancelar as gravações programadas para este sábado (23). Segundo ela, todos no SBT estão em choque com a morte repentina. 

A Record informou que Gugu Liberato deixou as duas últimas edições do reality Canta Comigo já gravadas. A emissora ainda não divulgou se os programas que, inicialmente seriam exibidos nos dias 27 de novembro e 4 de dezembro, vão ao ar.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem