Televisão

Celso Zucatelli vibra ao retornar às origens com Balanço Geral e diz que não teme concorrência

Jornalista afirma que fiel escudeiro, a cãozinho Paçoca, não fará parte do programa

 
 
Celso Zucatelli posa com seus dois cãezinhos: Paçoca e Tapioca

Celso Zucatelli posa com seus dois cãezinhos: Paçoca e Tapioca Instagram/@zucatelli

Leonardo Volpato
São Paulo

Celso Zucatelli, 46, está de volta à Record para comandar o Balanço Geral Manhã, entre 5h e 7h30 –a data de estreia ainda não foi confirmada pela emissora. Em entrevista ao F5 , o jornalista e apresentador afirma que a cobertura noticiosa do dia a dia é a sua praia, antes mesmo de obter sucesso no Hoje em Dia, entre 2007 e 2015.

"Já fiz muito isso, na verdade foi o que eu sempre fiz, é essa a minha escola, de jornalismo, comentários e grandes coberturas. É a minha praia. Gosto muito de desenvolver um assunto, de prestar serviços”, diz Zucatelli, que agora faz a sua terceira passagem pela emissora, que considera a sua casa.

Ele trabalhou na Record por um ano, em 1995, e depois, de 2006 a 2015. Atuou como repórter, foi correspondente internacional em Nova York e apresentador do Hoje em Dia. "Só tenho motivos para comemorar. Estou muito contente, pois é um horário em destaque que a emissora dá valor. As pessoas acordam muito cedo por conta de uma série de fatores e é bom entrar nessa concorrência”, afirma Zucatelli, que cita a Globo e o SBT como os concorrentes diretos pelo horário.

E de fato são. Entre as 4h e as 8h, a Globo coloca no ar os programas Hora 1, com Roberto Kovalick, e o Bom Dia SP, com Rodrigo Bocardi. Já o SBT compõe essa faixa com o Primeiro Impacto, que é dividido entre Dudu Camargo e Marcão do Povo, entre 6h e 10h30. A Band tem o Café com Jornal, das 5h às 7h, e o Bora SP, das 7h às 9h.

A concorrência, porém, em nada assusta o jornalista do Balanço Geral Manhã. “Eu gosto dessa guerra da concorrência, é um combustível para todos nós e é produtivo para o mercado. Quando o telespectador tem escolha você consegue fazer produtos diferentes e oferecer novidades. Vejo essas disputas de forma positiva”, explica ele.

A partir de agora, Zucatelli conta que estará cada vez mais atento ao que os outros formatos vão divulgar para que o seu Balanço Geral Manhã se sobressaia. E engana-se quem pensa que o jeitão carismático do apresentador conhecido do Hoje em Dia e do De A a Zuca (Gazeta) dará lugar a um tipo mais sério. Há espaço para tudo.

“Eu sou eu, sou esse cara que brinca, que ri, mas cada assunto merece tratamento correto. Mesmo quando estava em programas de entretenimento e pintava uma cobertura mais densa e séria o tom mudava. É importante respeitar a notícia, isso é questão de responsabilidade. Mas terá momentos em que o tema será mais leve justamente para abrir espaço para esse clima mais alegre”, adianta.

O cachorrinho dele, Paçoca, que marcava presença na atração da Gazeta, não deve mais entrar no ar agora. O Balanço Geral Manhã com Zucatelli ainda não tem data para estrear, mas deve ocorrer nas próximas semanas. Um piloto já foi gravado nesta terça-feira (5). 

Celso Zucatelli, em julho, acabou sendo demitido pela Gazeta junto com o amigo e apresentador da casa Ronnie Von. À época, Zucatelli dizia estar tranquilo e sabia que uma hora ou outra uma nova oportunidade apareceria para ele. O jornalista, além de apresentador, também faz palestras e trabalha como mestre-de-cerimônias em alguns eventos quando não está na TV.

“Tenho privilégio de fazer várias coisas diferentes. Isso me permite experimentar coisas distintas. Fui construindo minha carreira assim, abrindo portas e novos caminhos. Vou curtindo cada momento. E agora volto para minha casa”, finaliza.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem