Prêmio F5
Descrição de chapéu jornalismo

Prêmio F5: Maju e William Bonner são eleitos melhores apresentadores de jornalismo

Atriz e apresentadora Tatá Werneck vence com melhor talk show

Maju Coutinho, William Bonner e Tata Werneck - Montagem
São Paulo

Os apresentadores Maju Coutinho, 42, e William Bonner, 57, foram os grandes vencedores do Prêmio F5 de melhor apresentadores de jornalismo em 2020. Eles comandam, respectivamente, o Jornal Hoje e o Jornal Nacional, ambos da Globo. Os dois já tinham concorrido ao prêmio no ano passado, e Bonner também foi o mais votado na ocasião.

As votações deste ano começaram no dia 24 de novembro e terminaram no último dia 15 de dezembro no F5, site de entretenimento da Folha. O internauta podia votar quantas vezes quisesse em diversas categorias. Algumas delas, incluídas excepcionalmente por causa da pandemia, como as de melhor reprise de novela e melhor live.

Ao todo, Maju recebeu pouco mais de 46 mil votos, o que equivale a 59% do total. Ela concorreu com Aline Midlej (Edição das 10h, GloboNews), Daniela Lima (CNN 360, CNN Brasil), Maria Beltrão (Estúdio I, GloboNews) e Renata Lo Prete (Jornal da Globo, Globo).

A jornalista Maria Julia Coutinho assumiu a condução do Jornal Hoje em 30 de setembro de 2019, substituindo Sandra Annenberg, 52, que levou o Prêmio F5 na categoria de melhor apresentadora de jornalismo no ano passado. Com a chegada de Maju, o jornalístico ganhou novo cenário e formato, com a apresentação passando a ser de pé.

De lá para cá, ela se destacou em coberturas pelo Brasil como da pandemia do novo coronavírus e até viralizou ao citar um trecho da música “Evidências” para abordar as dificuldades de Donald Trump em assumir que havia perdido a eleição americana de 2020.

Bonner também venceu em sua categoria com uma grande margem de votos. Foram 48%, com mais de 28 mil votos. No comando do Jornal Nacional há quase 25 anos, ele superou nomes de peso, como Cesar Tralli (Edição das 18h, GloboNews), José Luiz Datena (Brasil Urgente, Band), Márcio Gomes (Combate ao Coronavírus, Globo) e Rodrigo Bocardi (Bom Dia SP, Globo).

TATÁ LEVA COMO SEU LADY NIGHT

Assim como Bonner, Tatá Werneck, 37, também conquistou o Prêmio F5 pelo segundo ano seguido. No caso dela, na categoria de melhor programa de entrevistas, pelo Lady Night (Multishow), escolhido por 36% dos internautas, o que corresponde a mais de 27 mil votos.

Concorriam com Lady Night os programas Conversa com Bial (Globo), Que História É Essa, Porchat? (GNT), Roda Viva (Cultura) e The Noite (SBT).

A quinta temporada do programa Lady Night começou a ser gravada em agosto, e estreou em 3 de novembro no Multishow. As gravações aconteceram nos Estúdios Globo com uma equipe reduzida, respeitando as normas e orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde) para a retomada das produções audiovisuais em meio a pandemia.

Veja programação para divulgação de outros vencedores:

  1. Dia 16/12 2020: reprise de novela pandemia, melhor programa feito para pandemia e live do ano

  2. Dia 18/12: melhor programa de entrevistas e melhores apresentadores de jornalismo

  3. Dia 19/12: melhor programa de variedade e apresentador(a) de variedade, e programa de TV que deixará saudade

  4. Dia 20/12: melhor canal no YouTube, melhor influenciador e melhor game

  5. Dia 21/12: melhores série dramática, atriz e ator de série dramática e webserie

  6. Dia 22/12: melhor série/programa de humor e atriz e ator de série/programa de humor

  7. Dia 23/12: melhor reality e maior bafão do ano

  8. Dia 24/12: hit do ano, melhores cantor e cantora e melhor dupla ou banda

  9. Dia 25/12: casal que mais bombou, separação que mais causou e bebê mais foto

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem