Tony Goes
Descrição de chapéu jornalismo

Tiago Leifert desfalca o elenco da Globo em momento crítico

Além de Marcos Mion, quem mais poderia apresentar o próximo BBB?

O apresentador Marcos Mion colocou uma foto do seu colega Tiago Leifert como fundo de tela do celular
Apresentador Marcos Mion mostra foto do seu colega Tiago Leifert no celular - @marcosmion no Instagram
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Depois de alguns meses conturbados por causa da saída de Fausto Silva, a tranquilidade parecia estar de volta no plantel de apresentadores da Globo. Recém-contratado, Marcos Mion revitalizou o Caldeirão, aos sábados. Luciano Huck assumiu o Domingão e, apesar dos muitos pontos a corrigir, tem boas perspectivas. Em breve Fernanda Gentil assumirá o comando de um game infanto-juvenil, e Ivete Sangalo, tarimbada pelo The Masked Singer, se prepara para ganhar programa próprio em 2022.

Sem falar em Tiago Leifert, que provou ser um coringa valiosíssimo ao substituir Faustão à frente da Super Dança dos Famosos. Vindo do departamento de esporte da emissora, Leifert se mostrou perfeitamente talhado para o entretenimento, conduzindo atrações tão distintas entre si como o Zero1 e o BBB.

No entanto, mesmo coberto de dinheiro e glória, Tiago Leifert pediu para sair. A notícia de seu desligamento da Globo pegou todo mundo de surpresa, no final da tarde desta quinta-feira (9). Choveram especulações na internet: a Globo não quis aumentar o salário do apresentador? Ele teria se desentendido com algum mandachuva? Recebeu uma proposta irrecusável da concorrência?

O próprio Tiago correu ao Instagram para explicar que não era nada disso. Que já vinha amadurecendo a decisão há tempos (e a Globo resolveu divulgar no mesmo dia em que a Record anunciou os primeiros participantes de A Fazenda 13, como bem percebeu minha colega Cristina Padiglione).

É difícil entender como que alguém abre mão de um dos empregos mais cobiçados do país. Por outro lado, também é fácil. Aos 41 anos de idade e com uma filha pequena em casa, Leifert quer mais tempo para a família. A conta bancária recheada também permite que ele escolha com calma seus próximos projetos, sem se submeter à carga horária insana dos últimos anos.

A saída de Leifert também provocou um vendaval de apostas sobre quem irá substituí-lo no BBB, o mais crucial dos programas que comandava. Com ele à frente das câmeras, o reality conseguiu se reinventar, tornando-se quase que um fórum para discussões sobre racismo, machismo e outros problemas que afligem a sociedade. Além do desafio de segurar um programa ao vivo durante quatro meses seguidos, sem um único dia de folga, o próximo apresentador terá que superar o impacto de seu antecessor.

Marcos Mion é a aposta óbvia. Da mesma faixa etária que Leifert e com enorme experiência neste tipo de atração, o ex-Record tem a desenvoltura e a capacidade de improvisação que o cargo requer. Mas, e se não for ele?

A melhor solução para a Globo seria, talvez, escalar alguém que não seja homem e branco. O momento pede isso. Dessa forma, já estariam descartados nomes como André Marques e Márcio Garcia –os dois, aliás, não têm a eletricidade necessária para encarar um Big Brother.

Quem teria? Eu arriscaria Fernanda Gentil, que ainda não ganhou um formato à altura de seu talento. O Se Joga não foi exatamente um fenômeno de audiência, e o vindouro Zig-Zag, que ela comandará aos domingos, parece aquém de seu potencial.

Uma outra possibilidade surpreendente seria um apresentador negro. Só que a TV brasileira ainda não tem nenhum com a bagagem exigida para o BBB, por culpa dela mesma. Agora a Globo vem preparando nomes para o futuro, mas ainda não tem ninguém pronto. Talvez este nome fugidio possa estar entre os atores: Lázaro Ramos. O sr. Taís Araújo tem tarimba e carisma, e chacoalharia o mercado se fosse convidado.

Mas primeiro ele teria que aceitar. Lázaro estará promovendo “Medida Provisória”, seu longa de estreia como diretor, no começo do ano que vem. Quatro meses enfurnado nos Estúdios Globo podem não caber na sua agenda.

Para concluir, é admirável a transparência, e o respeito à casa em que construiu sua carreia, que Leifert vem manifestando. Sua participação no Mais Você desta sexta (10) foi quase um Arquivo Confidencial, com direito a vídeos antigos e algumas lágrimas.

Tiago Leifert é uma das figuras mais interessantes surgidas neste século na TV brasileira. Tomara que sua decisão de deixar a Globo não lhe reserve o mesmo destino de Evaristo Costa, que saiu do Jornal Hoje em 2017 para morar em Londres e nunca mais se destacou profissionalmente –na semana passada, foi até dispensado sem maior cerimônia da CNN Brasil.

Desejo sorte a todos. Inclusive para nós, telespectadores.

Tony Goes

Tony Goes tem 60 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem