Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

'Quanto Mais Vida': Neném e Antônio descobrem que são pai e filho

Guilherme contará a verdade para Tigrão em seu aniversário de 18 anos

Rose (Bárbara Colen), Neném (Vladimir Brichta) e Antônio (Matheus Abreu)
Rose (Bárbara Colen), Neném (Vladimir Brichta) e Antônio (Matheus Abreu) - Divulgação/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

A reta final de "Quanto Mais Vida, Melhor!" está cheia de emoções e reviravoltas, e uma delas vai ao ar no sábado (7), na tela da Globo. Em um processo natural, Neném (Vladimir Brichta) e Antônio/Tigrão (Matheus Abreu) têm se aproximado nos últimos capítulos, mesmo sem saberem que são pai e filho.

Disposta a acabar com o segredo que esconde dos dois, Rose (Bárbara Colen) avisa a Guilherme (Mateus Solano) que irá contar a verdade para Neném e Antônio no dia do aniversário de 18 anos do rapaz. O médico teme a decisão da modelo mas é tranquilizado por Flávia (Valentina Herszage). Elas o convencem de que falar tudo para Tigrão é melhor.

Enquanto Guilherme conversa com Antônio, Rose e Neném acertam suas contas com o passado. Os pais do rapaz deixam claro que também não sabiam da verdade até Celina (Ana Lucia Torre) fazer o exame de DNA no neto às escondidas.

Neném fica radiante com a notícia de já ter um filho com a mulher que ama, mas Antônio reage com revolta à novidade.

Para o ator Matheus Abreu, 25, gravar as cenas em que Antônio descobre não ser filho de Guilherme, mas de Neném, foi um dos grandes desafios de seu trabalho. "Acompanhamos desde sempre o apreço que o Tigrão tem pela família unida, pelo amor do pai, que nem sempre o demonstrava, então o baque inicial foi muito grande para ele", conta.

Matheus diz que isso começará a se transformar quando Tigrão entender que as relações não mudam, e "que o amor nada tem a ver com um exame clínico".

Sobre os aprendizados que teve com a trama, o artista diz: "Viver o Tigrão me fez reconectar com sentimentos, dúvidas e incertezas que tive na adolescência. Nessa época queremos nossa liberdade, independência, preferimos ficar com nossos amigos, os pais são quase extraterrestres... Com o passar do tempo percebemos que é uma fase, mas que somos tolos por não aproveitar cada minuto com esses ETs".

O ator comenta ainda sobre o privilégio de desenvolver uma novela sobre "a preciosidade das relações" ao lado de grandes artistas, e conta que se aproximou durante as gravações, que aconteceram na pandemia. Mateus Solano, que adora trilhas assim como Matheus Abreu, lhe apresentou a Pedra da Gávea, no Rio de Janeiro, onde retornaram com um grupo maior depois.

"Colecionamos momentos de trilha para cachoeiras, pedaladas pelo Rio e bons almoços, agregando os amigos do elenco. Foram momentos bem especiais tanto para a construção de memória dos personagens, quanto de memórias para a vida", afirma.

Apaixonado por esportes, Matheus conta ter experimentando tudo o que teve oportunidade. Na infância, o ator frequentava uma escolinha de futebol e sempre joguei bola na escola. Já na juventude, passou a andar de long board. "O Tigrão me fez ter contato com o skate de manobras e, principalmente, com a pista, que com certeza foi onde mais me diverti", diz.

Sobre o triângulo amoroso de seu personagem com Tina (Agnes Brichta) e Soraia (Camila Rocha), o ator foge de spoilers: "Prefiro deixar o público descobrir assistindo a novela", brinca.

A trama de Mauro Wilson chega ao fim neste mês, e dará lugar a "Cara e Coragem".

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem