Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Chitãozinho e Xororó abrem celebrações por 50 anos de estrada

Dupla que consagrou 'Evidências' desfila repertório no Altas Horas

Chitãozinho, Xororó com Pricila Alcântara,  Péricles, Israel e Rodolfo, Felipe Araújo e Serginho Groisman
Chitãozinho e Xororó comemoram 50 anos de carreira no Altas Horas, ao lado de Priscila Alcântara, Péricles, Felipe Araújo, Israel e Rodolffo, Marcos e Belutti, sob o comando de Serginho Groisman - Marcos Mazini/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

​ Lá se vão 50 anos desde que Chitãozinho e Xororó lançaram o primeiro disco --na verdade, 52, mas vale descontar os dois últimos, de pandemia. Neste sábado, a dupla que rompeu barreiras para o sertanejo nas principais casas de espetáculo do eixo Rio-São Paulo, com o sucesso de "Fio de Cabelo", em 1982, dá início às celebrações por seu cinquentenário de estrada, sob o comando de Serginho Groisman, no Altas Horas.

Acompanhando José e Durval, nomes de batismo dos irmãos paranaenses que adotaram Campinas como cidade, estarão Felipe Araújo, Israel e Rodolffo, Marcos e Belutti, Péricles, Priscila Alcântara e Yasmin Santos, todos atestando o quanto foram influenciados pelo repertório de Chitão e Xororó.

Os dois compartilham várias histórias vivenciadas nos bastidores, nos estúdios e no palco ao longo dessas cinco décadas, desde que descobriram a vocação para cantar, ainda crianças. Lembram, com emoção, o encontro com Tonico & Tinoco, uma das mais importantes duplas de música caipira, e também as mudanças que o gênero musical atravessou nesse período, como a junção da viola caipira com instrumentos como guitarra, gaita e metais .

Israel & Rodolffo interpretam "Fio de Cabelo", a grande desbravadora para o estilo sertanejo, que fez um álbum ultrapassar pela primeira vez no país mais de 1 milhão de cópias.

Péricles "Alô" ao lado dos irmãos. Marcos & Belutti engatam "Fogão de Lenha", enquanto Priscilla Alcântara sustenta a canção preferida de seu pai, "No Rancho Fundo". Já Yasmin Santos canta "Nuvem de Lágrimas".

O repertório dos homenageados segue com "Brincar de Ser Feliz" e "Página Virada", além de "Saudade de Minha Terra" com Felipe Araújo, Israel & Rodolffo, Marcos & Belluti e Yasmin Santos.

E o Altas Horas aproveita o tema para dar mais detalhes sobre "As Aventuras de José e Durval", série sobre a dupla em produção pelo GloboPlay, realizada pela O2 Filmes, com estreia prevista para o segundo semestre. Por meio de um telão no palco, o programa promove o encontro entre os personagens reais e seus intérpretes, os também irmãos Rodrigo e Felipe Simas.

O Altas Horas tem apresentação e direção geral de Serginho Groisman, direção de Adriana Ferreira e vai ao ar aos sábados depois de ‘Um lugar ao Sol'

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem