Zapping - Cristina Padiglione

Mocinho no remake de 'Pantanal', Renato Góes ganha tour com Almir Sater

Ator será José Leôncio na nova versão da trama de Benedito Ruy Barbosa

Renato Góes passeia pelo Pantanal
Almir Sater (ao fundo) apresenta o pantanal matogrossense ao ator Renato Góes, que viverá José Leôncio no remake da novela "Pantanal". À frente, ao lado do ator, está George de Toledo Gottheiner, criador de cavalos, casado com Nathalia Gottheiner, no meio da embarcação - @renatogoes no Instagram
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Dias antes de ser surpreendido pelo roubo de uma aeronave sua, de pequeno porte, no aeroporto de Aquidauana (MS), fato ocorrido na madrugada deste domingo (5) para segunda (6), o cantor Almir Sater viveu dias de sossego e satisfação como guia turístico de Renato Góes.

O ator faz um vasto reconhecimento da região para viver José Leôncio na primeira fase do remake de "Pantanal", novela de Benedito Ruy Barbosa, que vem sendo atualizada por seu neto Bruno Luperi, para a Globo. Há 31 anos, na produção original, o personagem foi de Paulo Gorgulho na TV Manchete, onde o enredo fez história, roubando boa parcela da audiência hegemônica da Globo.

"George e Nath. largaram tudo pra me ajudar a conhecer o Pantanal e me ambientar com o cenário da minha próxima 'vida'", escreveu Goes. "Jamais esquecerei. Almir, nos recebeu de braços abertos com sua paz, conhecimento e uma sabedoria que levarei comigo no JL [José Leôncio]. Gratidão, amigos."

"Almir é sonho", escreveu Gabriel Leone nos comentários da foto. Gorgulho arrematou: "Aceite um abraço de Zé Leôncio pra Zé Leôncio. Sucesso!!"

O próprio Almir esteve na versão original de "Pantanal", ao lado de Sérgio Reis. Os dois faziam uma dupla sertaneja à moda regional, mais próxima do trabalho do próprio Sater, que também integrava a trilha sonora do folhetim. Seu filho, Gabriel Sater, deverá viver um dos violeiros no remake.

José Leôncio será vivido por Marcos Palmeira na 2ª fase da novela. Em 1990, ele foi Tadeu, filho de Zé Leôncio, então interpretado por Cláudio Marzo, que fazia também o Véio do Rio, uma espécie de entidade espiritual que representava o pai de Leôncio. Dessa vez, os personagens ganham intérpretes distintos, cabendo a Osmar Prado o Véio.

Juma Marruá, personagem mais icônica da saga, vivida por Cristiana Oliveira na Manchete, será agora de Alanis Guillen. Dira Paes será Filó, personagem que foi de Jussara Freire, e Bruna Linzmeyer, Madeleine, papel que pertenceu a Ingra Liberato.

A direção artística é de Rogério Gomes, o Papinha, e a novela está prevista para o primeiro trimestre de 2022, após "Um Lugar ao Sol", de Lícia Manzo.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem