Celebridades

Britney Spears fala sobre documentário pela primeira vez: 'Fiquei envergonhada'

Fãs duvidam se a opinião foi divulgada realmente pela cantora

Cantora Britney Spears no MTV Video Music Awards, em 2016 - REUTERS
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Britney Spears, 39, falou pela primeira vez sobre o documentário "Framing Britney Spears: A Vida de uma Estrela", do jornal New York Times, e não gostou da forma como foi retratada. "Eu não assisti ao documentário, mas pelo que eu vi fiquei envergonhada pela forma como me retrataram nele".

"Chorei por duas semanas e, bem, eu ainda choro às vezes", continuou a artista em uma publicação feita em seu Instagram. "Minha vida foi muito especulada, vigiada, e julgada minha vida inteira", continua a cantora.

"É necessária muita força para confiar no universo com sua vulnerabilidade real porque eu sempre fui muito julgada, insultada, e envergonhada pela mídia, e ainda sou até hoje". A legenda foi feita para um vídeo em que a artista dança ao som da música "Crazy", da banda Aerosmith.

O documentário, lançado na plataforma Hulu e no canal FX, e agora disponível no Globoplay, aborda o mistério da tutela legal exercida por seu pai, Jamie Spears, que gerou um movimento popular, o Free Britney, e que a própria cantora tem combatido.

Também destaca a campanha de pressão machista por parte da mídia e do entretenimento ao longo de sua carreira. "O documentário contribui para a conversa crítica que estamos tendo sobre mulheres, representação e trauma", escreveu a crítica Patricia Grisafi, da emissora americana NBC.

"Na tradição de tantas histórias de 'mulheres loucas' antes dela, 'Framing Britney Spears' se pergunta o que acontece quando a porta é aberta para revelar não uma bruxa que espuma pela boca, mas nuances de um ser humano peculiar, totalmente competente, que se beneficia de um trabalho significativo, passando tempo com seus filhos e uma conta no Instagram", completa.

Fãs da cantora colocam em dúvida a veracidade da legenda da publicação. Em resposta, nos comentários do vídeo, muitos dizem que gostariam de um vídeo da artista escrevendo suas legendas, e não um dela dançando.

"Quero acreditar que é você falando de si mesma, mas estou cética!", escreveu Chirshell Stause, estrela do reality Selling Sunset da Netflix. "Não há a mínima chance de ter sido ela quem escreveu isso", reagiu outra seguidora.

Recentemente, a defesa de Britney pediu formalmente que Jodi Montgomery seja a responsável permanente pela tutela da cantora. Segundo reportagem do TMZ, o advogado da artista, Samuel Ingham, solicitou judicialmente a renúncia de Jamie Spears da função.

Desde setembro de 2019, Montgomery já atua provisoriamente como responsável pelos cuidados com a artista. Na ocasião, o pai da cantora se afastou por problemas de saúde. O pedido judicial não se refere à tutela do patrimônio da artista, que continua sob a curadoria de Jamie Spears em conjunto com a empresa Bessemer Trust.

Nos últimos meses, a cantora tem tentado se livrar da tutela de Jamie Spears, sobre seu patrimônio e assuntos pessoais. Em dezembro, foi decidido em uma audiência que a Britney permaneceria sob controle do pai até setembro de 2021.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem