Celebridades
Descrição de chapéu Folhajus

Defesa de Britney Spears pede que Jodi Montgomery assuma tutela da cantora

Advogado solicitou judicialmente a renúncia de Jamie Spears da função

Britney Spears - Mario Anzuoni -22.jul.2019/Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A defesa de Britney Spears, 39, pediu formalmente que Jodi Montgomery seja a responsável permanente pela tutela da cantora. Segundo reportagem do TMZ, o advogado da artista, Samuel Ingham, solicitou judicialmente a renúncia de Jamie Spears da função.

Desde setembro de 2019, Montgomery já atua provisoriamente como responsável pelos cuidados com Britney. Na ocasião, o pai da cantora se afastou por problemas de saúde. O pedido judicial não se refere à tutela do patrimônio da artista, que continua sob a curadoria de Jamie Spears em conjunto com a empresa Bessemer Trust.

Se o pedido for atendido, Montgomery passa a ter a tutela da pessoa Britney Spears, o que significa , de acordo com o TMZ, ser responsável pelas decisões pessoais da cantora, como ter o controle do seu tratamento médico.

Ela também terá a função de "restringir e limitar os visitantes por qualquer meio”, processar ordens de restrição se necessário e nomear guardas de segurança e outros zeladores. Montgomery tem experiência no assunto. Ela e o marido, Jack Montgomery, tem uma empresa fiduciária na Califórnia, que oferece serviços de tutela de bens e pessoas.

No processo, o advogado Ingham cita uma ordem de 2014 que diz que Britney Spears é incapaz de “consentir com qualquer forma de tratamento médico” como uma das razões pelas quais Montgomery deveria assumir como sua cuidadora permanente. Segundo o TMZ, o pai de Britney Spears não tem objeções à mudança.

Na petição, porém, a defesa da cantora afirma que ela tem o direito de poder solicitar o término da tutela de Montgomery a qualquer momento.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem