BBB19

BBB 19: Maycon já teve 12 namoradas e quer bater recorde do Alemão de pegação na casa

Vendedor de queijo diz estar ansioso para usar o edredom

O mineiro Maycon planeja usar o edredon da casa e quer bater recorde de pegação - Globo
São Paulo

O mineiro Maycon Santos, 27, veio da pequena Piumhi, com cerca de 34 mil habitantes, para São Paulo para tentar a sorte. Queria ser modelo, mas acabou bartender, servente de pedreiro, chapeiro, entregador e vendedor de queijo. Agora estará na casa do BBB 19

"Eu vim para São Paulo para trabalhar como modelo, mas não era bem o que eu queria. Eu queria vender queijo porque dá dinheiro. O pessoal da minha cidade ganha muito", explica.

Com o queijo em mãos, Maycon fica de segunda a sexta em frente a uma estação de metrô da capital paulista, além de aceitar encomendas.

Em sua casa, segundo o GShow, são duas geladeiras cheias do produto, além de salames. Em cima dos outros móveis, ficam os biscoitos e doces que Maycon também vende.

O começo, contudo, não foi fácil. "Quando cheguei, assustei. Nunca tinha saído da minha cidade. Liguei pra minha mãe me levar embora. Depois participei de um concurso que me abriu as portas para morar aqui. E voltei."

Na casa, pretende mostrar seu lado extrovertido. Com uma lista de "umas 12 namoradas", quer quebrar o recorde de Diego Alemão, do BBB 7, e ficar com mais de duas pessoas na casa. Alemão formou o triângulo amoroso mais famoso do reality, com Iris e Fani.

Em entrevista no quarto de hotel onde está confinado, disse estar ansiosa para "pular na piscina e usar o edredom". "Para trocar de roupa, claro!"

Sobre o jogo, diz ser competitivo. "Vou tentar montar um grupo, porém o jogo se ganha sozinho."

Filho único, ele fala todos os dias por telefone com sua mãe, Rozana, que mora em Piumhi. Seu sonho é levá-la para conhecer o mar. As conversas diárias são o que fará mais falta na casa, além de tomar banho pelado.

“Tento sempre ir pra lá. Eu ia de 15 em 15 dias, mas começou a apertar. Passei a ir uma vez por mês. Depende de como estou de grana. Mas todo dia eu falo com ela, conto tudo que acontece”, disse ao portal da Globo.

Fã de sertanejo, Maycon guarda um violão ao lado do guarda-roupa e senta na cama para cantar e tocar. Nos planos, está também desenvolver seu lado musical. "Quando comecei, falei: 'vou modelar para virar cantor'. Mas ainda não deu certo. Vou fazer aula de canto esse ano. Eu canto, mas não tão bem."

Aos colegas do BBB 19, diz que faz amizades fácil e conversa até com o ovo enquanto cozinha. Mas faz um alerta: "sou polêmico, posso parecer bobo, mas não sou não, uai".

BBB 19

A Globo começou a divulgar nesta quarta a lista de participantes da 19ª edição do reality show, depois de muito mistério e pistas verdadeiras ou não dadas por Boninho, diretor do programa, pelas redes sociais.

O programa estreia dia 15 de janeiro e vai ao ar de segunda a sábado, após "O Sétimo Guardião" e aos domingos, após o Fantástico.

O número de participantes ainda não foi revelado, mas o comando do programa continua com Tiago Leifert, pelo terceiro ano consecutivo. Ele substituiu Pedro Bial, que assumiu o programa de entrevistas Conversa com Bial. 

Três "ex-sisters" vão atuar como repórteres do programa: Ana Clara (BBB 18), Vivian Amorim (BBB 17) e Fernanda Keulla (BBB 13). A Globo fará ainda edições especiais nas redes sociais para a cobertura do programa. O Boletim BBB será de segunda, quarta e sexta, às 13h nas redes sociais do programa, com spoilers e conversa com os eliminados. O Bate-Papo BBB acontece às terças e trará o participante eliminado com suas primeiras impressões depois de sair da casa.

O reality promete ter "brothers" de diversas regiões brasileiras em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão.  Para esta edição, as seletivas foram realizadas em 12 cidades e passaram, pela primeira vez, nas capitais Rio Branco (AC) e São Luís (MA).

A última edição, no ano passado, teve como vencedora a acriana Gleici, a primeira representante do estado entre os vencedores. Desde Kléber de Paula, conhecido como Bam Bam, o programa premiou seis participantes naturais do estado de São Paulo, dois do estado de Goiás, dois do estado do Rio Grande do Sul, dois do Rio de Janeiro, dois da Bahia, um do Mato Grosso do Sul, um de Minas Gerais, um do Paraná e um do Acre —​Gleici, do BBB 18, foi a primeira participante de um estado no norte do norte do Brasil a vencer o reality. 

Dentre os 271 participantes ao longo das 18 edições passadas, o BBB reuniu pessoas de 23 estados brasileiros —os estados do Amapá, Maranhão, Sergipe e Tocantins nunca foram representados por um participante. Entre eles, alguns saíram como mocinhos e outros, como vilões

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias