BBB19

BBB 19: Jornalista guardou segredo da mãe sobre inscrição até uma semana antes de ser chamada

A 19ª edição do reality show da Globo começa na terça (15)

Rízia é alagoana e viciada em internet. Não abaixa a cabeça na hora de lutar por questões sociais - Globo

De São Miguel dos Campos, uma cidadezinha de 55 mil habitantes em Alagoas, a jornalista Rízia Cerqueira, 24, é mais uma confirmada na casa do BBB 19. E a notícia caiu como uma verdadeira bomba para a mãe da sister, a dona Raimunda. Segundo depoimento dela ao GShow, a inscrição de Rízia foi mantida em segredo até uma semana antes de ela ser chamada. “Estou sentindo que uma parte de mim está saindo”, disse a mãe, emocionada.

Com um humor aguçado e vontade de se dar bem com as pessoas, a jornalista, que atualmente está desempregada, conta que tem tudo para se dar bem no reality. Mas não nas primeiras horas do dia. “Sou o bicho de manhã. Mas depois das 12h, viro gente”, brinca.

A moça tem personalidade forte e luta contra o padrão de beleza do corpo perfeito. “Elevo-me ao nível máximo para ter voz e expressar minha atitude”, conta. Agora, dentro da casa, ela sonha em ser reconhecida e mostrar a sua essência. “Sempre falei e defendi a importância da valorização da autoestima. Acredito que, após um período difícil, ainda estou ressurgindo para o mundo. E não há lugar melhor para isso acontecer do que na casa do BBB”, diz.


Rízia passou por um relacionamento abusivo. Segundo ela, um antigo namorado a roubou. “Ele chegou a me dar um golpe e roubar R$ 7 mil. Quando terminei, eu me trancava no quarto e ficava dias sem comer, mas consegui superar. Agora, já não me culpo pelo que aconteceu e sei que precisei passar por isso para entender o assunto mais a fundo e ajudar outras mulheres. Isso me transformou e me fortificou”, relembra. 

BBB 19​

A Globo começou a divulgar nesta quarta a lista de participantes da 19ª edição do reality show, depois de muito mistério e pistas verdadeiras ou não dadas por Boninho, diretor do programa, pelas redes sociais.

O programa estreia dia 15 de janeiro e vai ao ar de segunda a sábado, após "O Sétimo Guardião" e aos domingos, após o Fantástico.

O número de participantes ainda não foi revelado, mas o comando do programa continua com Tiago Leifert, pelo terceiro ano consecutivo. Ele substituiu Pedro Bial, que assumiu o programa de entrevistas Conversa com Bial. 

Três "ex-sisters" vão atuar como repórteres do programa: Ana Clara (BBB 18), Vivian Amorim (BBB 17) e Fernanda Keulla (BBB 13). A Globo fará ainda edições especiais nas redes sociais para a cobertura do programa. O Boletim BBB será de segunda, quarta e sexta, às 13h nas redes sociais do programa, com spoilers e conversa com os eliminados. O Bate-Papo BBB acontece às terças e trará o participante eliminado com suas primeiras impressões depois de sair da casa.

O reality promete ter "brothers" de diversas regiões brasileiras em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão.  Para esta edição, as seletivas foram realizadas em 12 cidades e passaram, pela primeira vez, nas capitais Rio Branco (AC) e São Luís (MA).

A última edição, no ano passado, teve como vencedora a acriana Gleici, a primeira representante do estado entre os vencedores. Desde Kléber de Paula, conhecido como Bam Bam, o programa premiou seis participantes naturais do estado de São Paulo, dois do estado de Goiás, dois do estado do Rio Grande do Sul, dois do Rio de Janeiro, dois da Bahia, um do Mato Grosso do Sul, um de Minas Gerais, um do Paraná e um do Acre —​Gleici, do BBB 18, foi a primeira participante de um estado no norte do norte do Brasil a vencer o reality. 

Dentre os 271 participantes ao longo das 18 edições passadas, o BBB reuniu pessoas de 23 estados brasileiros —os estados do Amapá, Maranhão, Sergipe e Tocantins nunca foram representados por um participante. Entre eles, alguns saíram como mocinhos e outros, como vilões

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias