Televisão

Camila Pitanga deixa a Globo após 25 anos e assina com a HBO Max

Além de atuar, ela também será produtora executiva em novos projetos na plataforma

Camila Pitanga - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Após 25 anos na Globo, Camila Pitanga, 44, não é mais contratada da emissora. A artista assinou com a HBO Max por um período inicial de três anos. Além de trabalhar como atriz, ela também será produtora executiva em novos projetos na plataforma de streaming.

A informação foi divulgada pela colunista Patricia Kogut, do jornal O Globo, e confirmada ao F5 pela assessoria de imprensa de Camila. "Eu cresci na Globo e minha história com a emissora é indissociável. Saio grata porque graças a Globo fui reconhecida pelo público. E saio feliz por ter recebido tanto acolhimento de todos os profissionais e amigos que colecionei ao longo da minha vida", diz a atriz em nota.

Ela ainda poderá ser vista no Globoplay na segunda temporada de "Aruanas", trabalho inédito que estreia na plataforma no próximo dia 25. Na série, ela interpreta a vilã Olga.

Camila Pitanga também está no ar na reprise de "Paraíso Tropical", no Viva, como Bebel, uma das suas personagens mais marcantes.

Sobre a mudança para a HBO Max, ela diz estar animada para "desbravar novos caminhos" e assumir um novo papel. "Além de atriz, serei criadora de conteúdo. Agora, a intérprete e a produtora executiva caminharão juntas —ávidas por realizar conteúdos que tenham relevância e alcance que extrapolem nossas fronteiras. Eu acredito no streaming como um novo veículo para cultivar o carinho que sempre recebi do público brasileiro", afirma.

Tomás Yankelevich, diretor de conteúdo da WarnerMedia Latin America, destaca que Camila tem "papel importantíssimo no mercado audiovisual brasileiro". "Nós apostamos no entretenimento e na cultura como transformação e queremos, ao lado de nossos talentos, produzir cada vez mais conteúdo de qualidade", diz ele. ​

Em comunicado sobre a contratação da atriz, a HBO afirma que o objetivo da empresa é desenvolver mais de cem produções locais nos próximos dois anos.

O ex-diretor do núcleo de Teledramaturgia da Globo e autor de várias novelas de sucesso no histórico da emissora, Silvio de Abreu também foi contratado recentemente pela WarnerMedia, que responde pelo canal e streaming da HBO.

Autor de sucessos como "Guerra dos Sexos", "Rainha da Sucata", "A Próxima Vítima" e "Belíssima", Abreu chegou ao escritório brasileiro do conglomerado americano pelas mãos de Mônica Albuquerque, ex-diretora de Desenvolvimento Artístico da Globo, com quem o dramaturgo dividiu muitas escolhas, decisões e soluções de problemas entre 2013 e 2020,

Há dois meses, Albuquerque tirou da Globo as diretoras Flávia Lacerda e Joana Jabace —esta última ainda concorrendo a um Emmy Internacional pela série "Diário de um Confinado", protagonizada por seu marido, Bruno Mazzeo.

Além deles, Angélica, 47, é outra artista que também assinou com a HBO Max. Ela terá um programa sobre astrologia na plataforma.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem