Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

O autor Silvio de Abreu é o novo contratado da HBO

Mônica Albuquerque reestrutura WarnerMedia com ex-diretores da Globo

Sílvio de Abreu - Zé Paulo Cardeal/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Ex-diretor do núcleo de Teledramaturgia da Globo e autor de várias novelas de sucesso no histórico da emissora, Silvio de Abreu é mais um profissional contratado pela WarnerMedia, que responde pelo canal e streaming da HBO, além dos canais antes abrigados sob o guarda-chuva da Turner, como Cartoon, Space, TNT e o próprio Warner Channel.

Autor de sucessos como "Guerra dos Sexos", "Rainha da Sucata", "A Próxima Vítima" e "Belíssima", Abreu chega ao escritório brasileiro do conglomerado americano pelas mãos de Mônica Albuquerque, ex-diretora de Desenvolvimento Artístico da Globo, com quem o dramaturgo dividiu muitas escolhas, decisões e soluções de problemas entre 2013 e 2020, durante a gestão de Carlos Henrique Schroder à frente da direção-geral da Globo até o final do ano passado, quando o presidente do grupo, Jorge Nóbrega, coordenou uma grande dança de cadeiras nos postos de alto comando.

A informação sobre a chegada de Abreu à WarnerMedia foi dada em primeira mão nesta sexta-feira (29) pela coluna do jornalista Flávio Ricco no R7 e confirmada por Zapping. Ricco informa ainda que Edna Palatinik, que dividia as tarefas com Albuquerque e Abreu no núcleo de dramaturgia, também foi contratada pela WarnerMedia.

A chegada desses profissionais à nova empresa representam não só o aproveitamento da WarnerMedia de profundos conhecedores do mercado de dramaturgia no Brasil, mas também uma reestruturação do que até bem pouco tempo atrás representava a HBO e os canais da Turner.

Houve um momento, no início dos anos 2000, que a HBO despertava alguma inveja nos profissionais da Globo, em razão das produções arrojadas e fora do padrão até ali estabelecido como única linguagem de qualidade no audiovisual de TV. Mas títulos como "Mandrake" e "Filhos do Carnaval", que despertaram em diretores e autores da maior produtora de dramaturgia nacional uma sensação de estagnação em sua dramaturgia, foram erguidos sob uma estrutura completamente diferente do que sempre foi a Globo e do que agora começa a parecer a WarnerMedia.

A maioria das séries da HBO, que também tem em seu portfólio produções como "O Negócio", "Magnífica 70", "O Pico da Neblina" e o semanal "GregNews", foi concebida sob o comando de apenas dois executivos --Roberto Rios e Maria Angela de Jesus, hoje na Viacom-- e encomendada a produtoras independentes.

A Warner nunca contou com um time próprio de roteiristas e cineastas, como Albuquerque vem desenhando desde a sua chegada, período também transformado pela chegada do serviço de streaming HBO Max. Os canais HBO já tinham um serviço próprio de streaming para o seu catálogo, a HBO GO, mas a HBO Max agrega novas pretensões de produção de conteúdo para fazer frente à Netflix, Amazon, GloboPlay, Disney e Paramount.

Há dois meses, Albuquerque tirou da Globo as diretoras Flávia Lacerda e Joana Jabace --esta última ainda concorrendo a um Emmy Internacional pela série "Diário de um Confinado", protagonizada por seu marido, Bruno Mazzeo.

A nova estrutura da WarnerMedia corrobora a profunda reforma que o mundo do streaming vem operando nos bastidores do audiovisual, fator que justifica boa parte da reestruturação da própria Globo, cuja evasão de profissionais gabaritados tem aquecido outras empresas do setor.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem