Televisão

William Waack e Cris Dias se reencontram em vídeo publicado pela CNN

Jornalistas, que se desentenderam ao vivo na Globo, foram contratados pelo canal

Cris Dias e William Waack se desentenderam na Olimpíada de 2016
Cris Dias e William Waack se desentenderam na Olimpíada de 2016 - Reprodução/Facebook
São Paulo

A CNN Brasil divulgou nesta quinta-feira (31) um vídeo que mostra o reencontro entre William Waack, 67, e Cris Dias, 39. Contratados recentemente pela emissora, os dois jornalistas tiveram um desentendimento durante uma entrada ao vivo na Olimpíada de 2016, quando ambos ainda trabalhavam pela Globo. 

As imagens publicadas pela CNN no Instagram mostram o primeiro dia em que Cris Dias visitou a sede temporária do canal, em São Paulo, em 13 de outubro, quando ela fazia aniversário. A apresentadora foi surpreendida com bolo e com a presença de Waack. 

"Talento. Faltava você", diz ele para Dias. "Pois é. Estou aqui. Sou toda de vocês", responde ela. 

Em 2016, vídeo de uma saia justa entre os dois viralizou nas redes sociais. Na ocasião, ao entrar ao vivo no Jornal da Globo, que era ancorado por Waack, para falar sobre a vitória do vôlei masculino, Cris Dias reclamou que o colega se esqueceu de cumprimentá-la. "Agora finalmente ele me deu oi! Mas a gente entende, né, é um momento de pressa!", disse Dias.

Enquanto ela falava seu texto, foi interrompida por Waack: "Sim, vamos falar de vôlei". "Você quer continuar?", interrompeu Dias. "Não, você", respondeu Waack.

No dia seguinte da polêmica, a jornalista publicou um vídeo mostrando que estava tudo bem entre eles.  "Admiração, sintonia e parceria não têm manual. Viva os encontros improváveis e memoráveis!", escreveu ela. 

CONTRATAÇÕES

Depois de 13 anos na Globo, Cris Dias deixou a emissora carioca em março deste ano. Ela foi contratada pela CNN em setembro. "Não tive como resistir à maior empresa de jornalismo do mundo na atualidade. Além disso, novos aprendizados virão e acredito que a vida está sempre se renovando, nós também", disse ela ao F5. 

Na CNN, ela comandará boletins esportivos e, também, participará de todo o noticiário do canal.

Já Waack comandará um telejornal diário, no horário nobre da CNN Brasil. O programa terá amplo espaço dedicado à cobertura das editorias de política, economia e internacional, áreas que são especialidades do jornalista, que também fará entrevistas e análises. 

O jornalista deve ser o principal âncora da emissora. Waack foi afastado da bancada do Jornal da Globo, após ser acusado de racismo. Em vídeo publicado na internet, ele afirma, irritado, que o barulho de uma buzina é "coisa de preto". Após, a demissão, ele passou a fazer vídeos opinativos e jornalísticos no YouTube

Além de Cris e Waack, já foram contratados pela emissora nomes como Monalisa Perrone, que deixou o Hora 1, da Globo, e o casal Phelipe Siani e Mari PalmaEvaristo Costa foi um dos primeiros nomes a serem contratados.

Outro que chegou recentemente à CNN foi Reinaldo Gottino. Ele deixou a Record e o Balanço Geral para assumir o novo desafio de comandar uma atração vespertina, ao vivo, sobre notícias e análises políticas e econômicas.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem