Televisão

Vídeo Show chega ao fim depois de 35 anos no ar, após baixa audiência e troca de apresentadores

Última exibição do programa acontecerá na sexta-feira (11)

Joaquim Lopes e Sophia Abrahão
Joaquim Lopes e Sophia Abrahão - Artur Meninea/Gshow

São Paulo

Após um ano turbulento, com diversas mudanças e seguidas quedas de audiência, o Vídeo Show chega ao fim após 35 anos. O anúncio foi feito nesta terça-feira (8) pela Globo, que passará a transmitir a Sessão da Tarde mais cedo, a partir das 14h, entre os dias 14 e 18 de janeiro. 

No ar desde 1983, o programa passou por diversas reformulações e teve nomes como Miguel Falabella, Marcelo Tas e Cissa Guimarães na apresentação. A saída de Otaviano Costa, em junho do ano passado, no entanto, levou a uma acentuada queda da audiência.

O Vídeo Show acabou sendo o programa da Globo que mais acumulou derrotas para a Record em 2018. Segundo a coluna Telepadi, na comparação dos 29 primeiros dias sem Otaviano e os 29 dias com a participação dele, ele perdeu 27 vezes para o quadro A Hora da Venenosa, durante o Balanço Geral.

Na tentativa de melhorar o desempenho do programa, passaram por ele, no último semestre, as ex-BBBs Ana Clara, Vivian Amorim e Fernanda Keulla, o influenciador digital Matheus Mazzafera e o humorista Maurício Meirelles ​(ex-CQC) e Márvio Lúcio, o Carioca (ex-Pânico), mas a audiência não mostrou sinal de recuperação.

Atualmente, estão no comando do vespertino Sophia Abrahão e Joaquim Lopes. A última exibição do Vídeo Show acontecerá na sexta-feira (11). Para ocupar o horário do programa de variedades, a Globo transmitirá, a partir de segunda (14), Sessão da Tarde, às 14h, seguida por os capítulos finais de "Belíssima" e os iniciais de "Cordel Encantado".

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem