Televisão

Encurtada, 'Apocalipse' termina nesta segunda com vilões no Inferno

Último capítulo da trama também reserva muitos efeitos especiais

O ator Sérgio Marone é o intérprete do vilão Ricardo, na novela “Apocalipse”
O ator Sérgio Marone é o intérprete do vilão Ricardo, na novela “Apocalipse” - Record
Descrição de chapéu Agora
Leonardo Volpato Fefito
São Paulo

A novela da Record "Apocalipse" termina nesta segunda-feira (25) e com média de ibope de dez pontos sem atingir a meta esperada pela emissora, que era de pelo menos 15 pontos de audiência na Grande SP (cada ponto no Kantar Ibope equivale a 201.061 espectadores).

No último capítulo, o público verá os vilões indo ao Inferno, e os mocinhos, ao céu –tal como é descrito na Bíblia. O vilão Ricardo (Sérgio Marone), o Anticristo, vai se dar mal na história. Com Stefano (Flávio Galvão), será lançado ao fogo.


Tony Goes: Fracasso de 'Apocalipse' expõe o dilema interno da Record


"Com certeza, o público vai se sentir vingado pelo desfecho da novela e o destino dos vilões. Os personagens ruins da trama vão ficar na pior. Com o meu não será diferente”, conta Galvão, que dá mais detalhes sobre as últimas cenas gravadas. “O lançamento de ambos ao Inferno foi, a meu ver, ótimo, muito bom mesmo. Inclusive, costumo dizer que nenhum dos dois vai morrer. Eles apenas vão voltar para casa."

Fora isso, haverá ainda mais mortes na trama. A Nova Babilônia será destruída e Ariela (Leona Cavalli), Arthur (Junno Andrade), Dudu (Igor Cosso) e Guido (Roberto Birindelli) morrerão. Já os mocinhos Zoe (Juliana Knust) e Benjamin (Igor Rickli) serão levados ao Paraíso.

"Todas as pessoas de bem, que levaram o nome de Deus à risca, serão beneficiadas no final da história. Serão consagradas como as grandes vencedoras, após o apocalipse”, afirma Galvão.

A condução de Zoe e Benjamin ao céu se dará por Jesus em pessoa, que, na novela, será interpretado pelo ator Dudu Azevedo. A aparição, aliás, é uma forma de fazer uma prévia do que vem aí em breve, na mesma faixa de horário: a novela "Jesus", programada para estrear no dia 10 de julho, depois que a minissérie "Lia" sair do ar.

O último capítulo também reserva muitos efeitos especiais. "Foi uma novela que impressionou a todos os atores pela qualidade, pela ótima produção. Nos bastidores, todo o mundo se gostava e adorava gravar. O público também curtiu. Todos amavam os mocinhos e odiavam os vilões”, conclui o ator Flávio Galvão.

Agora
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias