Estilo

Venezuelana vence Miss Grand International 2019; Brasil fica em quinto

Insegurança em Caracas gerou desistência de seis misses

Valentina Figuera é a Miss Grand International 2019
A venezuelana Valentina Figuera é a grande vencedora do Miss Grand International 2019 - Divulgação
Fábio Luís de Paula
São Paulo

Não foi desta vez! A vencedora da final do Miss Grand International 2019, realizado na noite desta sexta-feira (25), em Caracas, foi justamente a representante da Venezuela, Valentina Figuera, 19. Em segundo lugar ficou a Miss México, María Malo, seguida pelas misses, Tailândia e Panamá.

Mesmo com favoritismo declarado dos fãs e especialistas em concursos de beleza, a paulistana Marjorie Marcelle, 24, não levou a coroa e ficou em quinto lugar na competição. A paraguaia Clara Sosa coroou Valentina, que é estudante de arquitetura e levou seus conterrâneos ao êxtase com sua vitória.

Um público de cerca de 20 mil pessoas acompanhou a final do certame, que contou com 60 candidatas e foi realizada no Poliedro de Caracas, icônico espaço de eventos venezuelano. Com a vitória ela levou um prêmio de US$ 40 mil (cerca de R$ 170 mil) e um ano de reinado com moradia na Tailândia, onde fica a sede da organização.

A crise política, social e econômica pela qual passa a Venezuela não afetou as três semanas de confinamento da competição. Durante o período, as misses passaram por provas preliminares classificatórias para a final. 

O empresário Henrique Fontes, que é diretor do CNB (Concurso Nacional de Beleza), concurso que elegeu Marjorie, desembarcou no país e relatou que não houve sinal de turbulência por onde passaram as misses. "A polícia está presente sempre quando as misses saem do confinamento. Estão o tempo todo escoltadas, mas nada foi necessário, foi tudo muito tranquilo mesmo”, conta ele.

A preocupação com a segurança na Venezuela fez com que representantes de seis países desistissem de disputar a final. São elas de Inglaterra, Escócia, País de Gales, Nova Zelândia, Dinamarca e Coreia da Sul.

“Assim como o Brasil, a Venezuela tem os seus problemas, mas isso não cabe a mim julgar. Sairei daqui com a melhor impressão dos venezuelanos, um povo humilde, guerreiro, caloroso e trabalhador. São muito parecidos a nós. Uma curiosidade sobre aqui: a gasolina é grátis, para todos!”, disse Marjorie ao F5.

​Natural do bairro da Mooca, na capital paulista, a Miss Brasil é estudante de nutrição e também modelo. Ela iniciou a sua trajetória ao se classificar como vice Miss São Paulo Universo em 2019. Logo em seguida foi convidada para ser a Miss Grand São Paulo 2019 e venceu o nacional.

O Miss Grand International é um concurso relativamente recente, surgiu em 2013, mas que alcançou grande notoriedade em pouco tempo. Com alto investimento e produções impecáveis, a competição é considerada uma das favoritas de misólogos e fãs por ser mais dinâmico e mesclar a importância do apoio a projetos sociais sem deixar de lado o ritmo fashion e despojado.

Antes de Sosa, já se consagraram vencedoras candidatas do Peru, Indonésia, Austrália, Cuba e Porto Rico. Além de Caracas, o concurso já foi realizado também em Mianmar, Vietnã, Estados Unidos (Las Vegas) e Tailândia.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem