Estilo

Bolsa de Meghan Markle se esgota em menos de um dia e último exemplar vai a leilão beneficente

Bolsa da Meghan Markle, modelo Midi Tote da Strathberry
Bolsa da Meghan Markle, modelo Midi Tote da Strathberry - Divulgação


A atriz Meghan Markle, 36, passou a ser alvo dos olhares antenados do mundo da moda, principalmente depois do anúncio do noivado com o príncipe Harry. A nova princesa entrou na lista de ícones fashionistas e vem emplacando tendências, como o uso da bolsa da marca Strathberry. 

A peça foi usada pela atriz na sua primeira aparição pública depois do noivado, no evento do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, quando recebeu flores, cartas e foi recebida carinhosamente pelo público.

O modelo Midi Tote da marca escocesa é produzido artesanalmente. Cada exemplar leva cerca de 20 horas para ficar pronto e custa 675 libras (cerca de R$ 3.000). Depois da aparição de Meghan, o lote com 380 exemplares se esgotou em menos um dia, mas teve um exemplar reservado para uma "venda especial".

O CEO da Strathberry, Guy Hundleby,  disse que não esperava tanto, mas ficou extremamente contente com a explosão da venda. "Temos grandes ambições e gostaríamos de nos posicionar ao lado de grandes marcas criativas do segmento."

LEILÃO

A última peça do lote inicial está sendo leiloada com valor de 495 libras (cerca de R$ 2.200). Os lances, que são apenas on-line, se encerram no próximo domingo (17) e o comprador deve receber seu presente em casa antes do Natal.

O dinheiro arrecadado, no entanto, será doado a instituição inglesa "The TerrenceHiggins Trust", voltada à saúde sexual e à luta contra o HIV na Inglaterra. Esta é a mesma instituição que promoveu o evento no qual Markle utilizou a bolsa. 

Recentemente, um novo lote com 400 bolsas foi disponibilizado para encomenda, com prazo de entrega para janeiro. Os exemplares também se esgotaram em um tempo recorde e um novo lote deve ser disponibilizado com entrega para fevereiro.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem