Estilo

Brasileira Monalysa Alcântara desfilará com vestido bordado com pedras preciosas no Miss Universo

Monalysa Alcantara, Miss Brasil Universo 2017
Monalysa Alcantara, Miss Brasil Universo 2017 - Divulgação


Neste domingo (26), acontece a 66ª edição do concurso Miss Universo em Las Vegas, nos EUA. Representando o Brasil no concurso estará Monalysa Alcântara, terceira miss negra e primeira candidata do Piauí a conquistar a faixa.

O concurso recebe este ano 93 candidatas ao posto que hoje pertence à francesa Iris Mittenaere, 24. Monalysa tenta quebrar um jejum de 49 anos para o país, uma vez que a última brasileira a vencer a competição foi a baiana Martha Vasconcellos em 1968. Antes de Vasconcellos, a gaúcha Iêda Maria Vargas sagrou-se Miss Universo em 1963.

A vencedora do Miss Brasil afirmou que a moda foi sua "válvula de escape". "Foi na moda que me encontrei depois de sofrer muito bullying. Ela foi uma porta que eu encontrei onde as pessoas me aceitavam."

Na cerimônia, Alcântara irá desfilar com o vestido exclusivo criado pelo estilista Lucas Anderi. "A peça possui 12 metros de renda italiana com fio de seda na cor off White, além de 12 metros de tule bordado com pedras preciosas", conta ele.

"Criei um modelo fluído e que ressalte a beleza estonteante da Monalysa. O vestido tem uma leve transparência que garante um visual leve e com movimento. O destaque fica por conta da renda italiana usada que é bordada com cristais", diz Anderi.

O vestido foi criado por uma equipe de sete pessoas e, apesar da responsabilidade, Anderi diz que não houve dificuldades para produzir a peça. "Estou acostumado", afirma.

O concurso será transmitido para todo Brasil ao vivo na TNT, com transmissão simultânea pela TBS e também pela plataforma de streaming oficial do canal, TNT GO.

À meia-noite começa a exibição pela Band, com apresentação de Renata Fan. Os comentários serão da Miss Brasil 2016, Raissa Santana, e do stylist Rapha Mendonça.


Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem