Estilo

Após 39 anos, África do Sul vence o Miss Universo; brasileira fica no Top 10

A sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, vencedora do Miss Universo 2017
A sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, vencedora do Miss Universo 2017 - Frazer Harrison/Getty Images/AFP


A nova dona da coroa de Miss Universo é a sul-africana Demi-Leigh Nel-Peters, 22. Ela é a segunda vencedora de seu país no concurso, que levou o título para casa em 1978, com Margaret  Gardiner. 

A brasileira Monalysa Alcântara, 18, ficou entre as dez semifinalistas, mas não avançou no corte seguinte, que elegeu as cinco finalistas. A piauiense se apresentou com um vestido vermelho da estilista Glória Coelho.

As misses Colômbia, Laura González, 22, e Jamaica, Davina Bennett, 21, ficaram respectivamente na segunda e terceira posições. Formaram ainda o top 5 as misses Venezuela, Keysi Sayago, e Tailândia, Maria Poonlertlarp.

O Top 10, segundo corte da noite, contou também com as representantes do Canadá, Filipinas, Estados Unidos e Espanha. Completaram o grupo de semifinalistas, no Top 16 (primeiro corte), as misses Sri Lanka, Gana, Irlanda, Croácia, Grã-Bretanha e China.

Em sua 66ª edição, o concurso foi realizado na noite deste domingo (26), em Las Vegas (EUA), e teve a participação de 93 candidatas ao posto da francesa Iris Mittenaere, 24, Miss Universo 2016.

DESEMPENHO BRASILEIRO

Monalysa, terceira miss negra e primeira candidata do Piauí a conquistar a faixa de Miss Brasil, tinha como missão quebrar um jejum de 49 anos para o país, uma vez que a última brasileira a vencer a competição foi a baiana Martha Vasconcellos, em 1968. Antes de Vasconcellos, a gaúcha Iêda Maria Vargas sagrou-se Miss Universo em 1963.

Apesar de ter alcançado boas posições na disputa, o Brasil perdeu potência de classificação nos últimos anos. Caiu de terceira posição em 2011 para quinta em 2012 e 2013, e não passou do grupo de semifinalistas nas três últimas edições.

STEVE HARVEY E FERGIE

Com três horas de duração, a noite da final aconteceu no Planet Hollywood Resort & Casino e teve, pela terceira vez seguida, o comediante americano Steve Harvey como apresentador.

Harvey polemizou ao errar o anúncio da vencedora (Filipinas), coroando a vice (Colômbia) e desfazendo o erro, ao vivo, no palco, em 2015. O fato trouxe mídia ao concurso, que andava levemente esquecido.

No começo do show, ele fez piada com a gafe do anúncio do vencedor do Oscar deste ano, que primeiro chamou o filme "La La Land" como vencedor, ao invés de "Moonlight", e também teve o erro desfeito ao vivo antes do encerramento da transmissão da cerimônia.

A atração musical principal foi a cantora Fergie, que fez sucesso no Rock in Rio ao dividir o palco com Pabllo Vittar.

JURADOS DA FINAL

Entre os jurados da final estavam a filipina Pia Wurtzbach (Miss Universo 2015), a trinitária Wendy Fitzwilliam (Miss Universo 1998) e a influenciadora digital Lele Pons, venezuelana radicada nos EUA que frequentemente aparece nos posts da cantora Anitta nas redes sociais. Pons tem 18 milhões de seguidores no Instagram e é a mais popular na rede social Vine.

O concurso foi transmitido no Brasil pela Band, a partir da meia-noite de domingo, e pelo canal de TV paga TNT, às 22h (horário de Brasília).

Na TNT, a apresentação foi de Domingas Person, com comentários de Natália Guimarães, vencedora do Miss Brasil 2007 e vice Miss Universo daquele ano. Na Band, Renata Fan foi a comentarista, ao lado do stylist Rapha Mendonça e da Miss Brasil 2016, Raissa Santana.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem