Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Juju Boot Camp aposta na emoção em nova temporada

Reality terá estreia no Brasil e em outros 21 países da América Latina

Segunda temporada de Juju Boot Camp - E!/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Com os episódios gravados no auge da pandemia, a segunda temporada de Juju Boot Camp se mostrou desafiadora desde o início —e não só para as participantes do reality. O programa, com estreia às 22h desta terça (15), no E! Entertainment, traz uma série de novidades, entre elas o foco na humanização das competidoras, com mais aproveitamento das emoções geradas pelos desafios e as condições de gravação.

Ao todo, 22 participantes foram reunidas no interior de São Paulo e isoladas junto com a equipe de filmagem, produção e outros profissionais envolvidos no programa. Com gravações das 4h da manhã até tarde da noite, a rotina exaustiva contribuiu para aflorar os ânimos das participantes.

"Fora a gravação, eu acho que foi realmente um desafio muito grande tanto para as meninas do reality quanto para a gente, que abriu mão de família, e de toda a nossa vida. Ficamos realmente em confinamento, não podíamos encontrar os familiares, porque tinha que manter o isolamento de todas as pessoas envolvidas", conta Juju Salimeni, 35, em entrevista coletiva realizada na última terça-feira (8).

Desta vez, ela comanda o reality ao lado de três co-apresentadoras.

Todo esse desafio parece ter sido enfrentado com maturidade, característica já esperada pela composição do elenco. Com mulheres na casa dos vinte, o programa traz um maior número de participantes entre os trinta e os quarenta anos.

"É muito legal ver mulheres acima dos trinta, que é o meu caso. Elas estão super fortes, com o corpo muito bonito, na sua melhor forma. E é uma idade interessante, em que a mulher já está mais madura, mais bem resolvida", comenta a apresentadora.

"A gente observou isso também, na hora de escolher: vários perfis diferentes, de vários lugares do Brasil. E eu acho que isso é interessante, ter todos os tipos de mulheres, com vários corpos, com várias idades… é isso que torna ainda mais interessante", diz Juju, embora o elenco não traga participantes "não-magras", ou gordas.

Outro tipo de variedade levado em consideração foi ao tipo de exercício físico praticado, com competidoras que praticam crossfit, natação e musculação, por exemplo.

ADAPTAÇÃO DO FORMATO

O programa traz novos trechos com depoimentos das participantes e mais cenas de seus momentos emocionadas, chorando e interagindo umas com as outras. Segundo Marcello Coltro, vice-presidente de Afiliados, Marketing e Criação da NBC Universal na América Latina, após o fim das gravações um grupo focal foi formado, e a audiência foi consultada sobre o que gostariam de diferente no programa.

"Eles gostariam de conhecer mais as candidatas e a Juju", conta. A partir daí, foi definido que uma adaptação da estrutura do programa seria feita, para destacar o lado humano dessas mulheres. "Não mostrar apenas a força, mas de onde vem a força: todas essas superações pelas quais elas passaram e os desafios que tiveram ao longo de suas vidas, que culminaram na busca pela superação através do fitness", conta Coltro.

O resultado foram cenas mais humanizadas, com mulheres fortes que choram, suam, se ajudam, gritam e se superam frente aos obstáculos. Cortes de depoimentos com memórias afetivas sobre a família, filhos, relacionamentos românticos e outras experiências também foram acrescentados à edição.

"A gente quis fazer essa mudança agora na segunda justamente para que isso fosse colocado em câmera, para que o público pudesse ter acesso a isso", conta Juju. "Na outra temporada, a gente teve provas mais longas, mais obstáculos, focamos mais o físico, mesmo. Dessa vez, quisemos trazer esse lado emocional, para que as pessoas pudessem conhecer melhor as meninas e se identificassem com as suas histórias", conclui.​

A COMPETIÇÃO

Dessa vez, Juju comanda o reality acompanhada por três co-apresentadoras: a ganhadora da primeira temporada, Vivi Alves, a velocista Evelyn dos Santos, e a ex-CQC Naty Graciano.

A Vivi foi a campeã da primeira temporada, ela melhor do que ninguém sabe comentar as provas e conhece toda a história do programa. E é a Evelyn e a Naty que guiam tudo ali, elas mandam e desmandam, botam a mulherada na ordem. Enfim, foram essenciais para estar do meu lado, me ajudando, me apoiando e fazendo o programa", apresenta Juju.

Cada uma delas comanda um time, que compete entre si em cada desafio. Com 22 participantes no início, o reality começa com uma maratona de provas classificatórias nos dois primeiros episódios.

Ao final, apenas 12 candidatas conquistarão uma vaga no acampamento de Juju Boot Camp. A partir do terceiro episódio, a competição trará o desafio do especialista, seguido pelo circuito boot camp e pela prova de eliminação, que testará a resistência das candidatas.

Já nessa fase, a cada episódio um especialista lança um desafio para as participantes, intercalando entre testes de força, maquiagem, comunicação, moda, nutrição, entre outros. Os convidados da temporada são o estilista Alexandre Herchcovitch, a drag queen Alma Negrot, a modelo Cris Paladino, a nutricionista Dani Borges, a dançarina de pole dance Grazzy Brugner e a lutadoraTainara Lisboa.

As participantes encaram uma combinação diferente circuito boot camp todos os dias, em partes específicas dele. Apenas as três finalistas irão encarar o circuito inteiro.

Com mais liberdade, as participantes terão o poder do voto para decidirem, por exemplo, em que barraca cada uma vai dormir: a presidencial, mais confortável, as barracas comuns, com conforto mediano, e a da discórdia, bem menos confortável. Aquela que dormir melhor estará mais disposta para viver o dia de desafios.

Nesta temporada, a vencedora ganha um carro zero Km e uma viagem para o complexo de parques temáticos e resorts Universal Orlando Resort, nos Estados Unidos.

RELEVÂNCIA INTERNACIONAL

A nova temporada do Juju Boot Camp será lançada pela primeira vez em 21 países da América Latina, do México até o Chile. Traduzido em espanhol, o reality será exibido na Argentina, Colômbia, Venezuela, Peru, entre outros.

"Nossa missão é mostrar que a mulher é forte, não só emocionalmente, mas fisicamente. Essa é uma mensagem importante só para a mulher brasileira mas para a mulher latina e para todas as mulheres do mundo" afirma vice-presidente sênior de Afiliados, Marketing & Criação da NBC Universal América Latina, Marcello Coltro, que destacou a importância do lançamento no mês da mulher. Segundo ele, a expectativa é uma expansão mundial da franquia.

Juju Boot Camp é uma coprodução da LightHouse Produções Cinematográficas e da
NBCUniversal International Networks Latin ​America, exibida pelo E!.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem