Zapping - Cristina Padiglione

Domingão com Huck supera Faustão na audiência nacional

Plateia do programa cresceu de setembro a dezembro de 2021, em relação ao mesmo período de 2020

Luciano Huck
Luciano Huck no Domingão da Globo - Marcos Rosa/Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

A primeira constatação sobre a audiência de Luciano Huck aos domingos mostrava que ele havia perdido terreno na audiência da Globo em relação ao que Faustão e Tiago Leifert somaram entre janeiro e setembro de 2021, quando o novo apresentador titular dos domingos assumiu aquele palco.

Mas esses dados, restritos à Grande São Paulo, não encontram eco em outro estudo, que considera a audiência nacional do programa e sua comparação com o mesmo período do Domingão no ano anterior, justamente entre setembro e dezembro.

Na audiência pelo PNT --Painel Nacional de TV--, que soma as 15 regiões metropolitanas de maior consumo do país, Huck obteve 0,7 ponto a mais que Faustão entre setembro e dezembro de 2021, em relação ao mesmo período de 2020. Isso representou um crescimento de 5% no bolo de audiência.

Considerando que 1 ponto de audiência também sofre mudanças de um ano para o outro, pois a medida se refere a 1% do número de domicílios com TV em cada região, Huck também tem, para cada ponto no PNT, 12.840 pessoas a mais que a correspondência de 1 ponto percentual valia em 2020.

Em 2020, 1 ponto representava 703.167 indivíduos nessas 15 regiões brasileiras. Já em 2021, isso passou a valer 716.007 pessoas. O PNT engloba Grande São Paulo, Grande Rio, Grande Belo Horizonte, Grande Salvador, Goiânia, Porto Alegre, Belém, Campinas, Manaus, Florianópolis, Curitiba, Recife e Fortaleza, entre outras praças.

Nesse estudo, o mês de maior vantagem de Huck sobre Faustão no PNT ocorreu em setembro, justamente em sua estreia, com 16,6 pontos x 14,3 registrados em 2020. Em outubro, Huck ficou 0,1 ponto abaixo do placar de Fausto, com 14,2 pontos x 14,3 de Faustão. Já em novembro, o placar foi de 14,5 para Huck x 14,2 para Faustão, que fechou dezembro de 2020 com 12,7, ante 13,1 pontos de Huck em 2021.

Em uma projeção desses dados calculada para todo o país, a Globo repassou aos seus clientes, e principalmente a anunciantes interessados em falar com todo o país, que Huck ampliou em 3 milhões a plateia que cabia a Faustão nesse período.

Huck também ampliou a fatia de participação da Globo no bolo do total de aparelhos ligados no PNT, de 24,6% (Faustão) para 26,6%.

CONTEXTO

Há dois fatores a considerar sobre o trecho estudado:

1. Em 2020, com restrições ainda rigorosas impostas pela pandemia, ainda tínhamos mais gente em casa e um número maior de televisores ligados.

2. Mas... Huck teve a seu favor a possibilidade de realizar uma competição como o Show dos Famosos, cancelado em 2020 justamente em razão do isolamento, que também impedia a participação de público presencial no auditório, retomada em parte por Huck, sem falar em outros quadros que puderam voltar a ser produzidos.

PERFIL DE PÚBLICO

Outra vantagem que a Globo vem apresentando ao mercado publicitário é o crescimento das classes A e B entre o público do programa, o que sempre sugere maior poder de consumo, moeda de interesse para os anunciantes.

Segundo estudos internos realizados pela emissora, a fatia AB cresceu 21% com Huck, que também trouxe mais público jovem ao programa. A faixa etária entre 25 e 34 anos se mostrou 17% maior com o novo apresentador. No target entre 35 a 49 anos, o crescimento foi de 15%.

O maior crescimento se deu em Florianópolis, seguida de Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre e Brasília. Não são regiões tão povoadas como a Grande São Paulo, mas todas têm relevância de consumo.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem