Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu jornalismo

TV Jovem Pan chega a bater GloboNews em Os Pingos nos Is

Longe de vencer a líder no placar geral, programa exibe vitória apertada em alguns minutos em SP

PIngos nos Is, TV Jovem Pan
PIngos nos Is, TV Jovem Pan - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Inaugurada em outubro, a TV Jovem Pan News, canal pago, conseguiu encostar na GloboNews por alguns segundos intercalados em seu período de estreia e voltou a alcançar tal façanha neste início de ano, de novo com Os Pingos Nos Is.

Convém ressaltar que na média, o programa, mesmo sendo o mais bem-sucedido da Pan, não chega perto da GloboNews, mas incomoda a CNN Brasil, segunda colocada no ranking geral do segmento como canal pago de notícias.

​Ao longo da edição desta quarta-feira (5), a prévia de audiência em tempo real, minuto a minuto, realizada pela Kantar Ibope Media, apontou a Pan na frente da GloboNews com vantagem de decimais como 0,6 x 0,4 ponto, ou 0,6 x 0,5 em alguns momentos intercalados.

São migalhinhas, mas é de diferenças como essas que se alimenta o ranking de audiência na TV paga.

Cada ponto equivale neste ano a 205.755 espectadores na Grande São Paulo. No ano passado, 1 ponto equivalia a 713.821 pessoas.

Alinhada editorialmente ao governo Bolsonaro, a Pan tem boas expectativas para este ano de eleição presidencial. Já na estreia do canal, a emissora comprou uma briga do presidente, ao dispensar André Marinho, uma das maiores atrações do Pânico, que vem a ser um dos mais relevantes programas da Pan no rádio e na internet.

Marinho é filho de Paulo Marinho, ex-aliado de Bolsonaro.

As vitórias da Pan, no entanto, ainda são muito ocasionais, não chegam a fazer cócegas nem na CNN Brasil na média geral.

Em 2021, a GloboNews novamente liderou o segmento de canais de notícias na TV paga e fechou o calendário como vice-líder entre todos os canais por assinatura em território nacional, perdendo apenas para o canal Viva.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem