Zapping - Cristina Padiglione

Sem gravações confirmadas, Iris Abravanel escreve novela infanto-juvenil

SBT ainda aguarda andar da vacinação para ajustar volta do expediente

Iris Abravanel - Divulgação/Gabriel Cardoso/SBT
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Enquanto as previsões para retomar as gravações de novela no SBT seguem incertas, Iris Abravanel e sua equipe trabalham em “Poliana Moça”, nova etapa do enredo interrompido em julho de 2020.

Internamente, circulou entre o pessoal da dramaturgia e do elenco a informação de que as gravações seriam retomadas em julho, mas esse cronograma não tem confirmação da direção da emissora, que aguarda o andar da carruagem da vacinação contra a Covid-19.

A presença de crianças no elenco torna mais rigorosos os protocolos de segurança, pois os menores, em geral, são acompanhados por responsáveis, o que multiplica o número de pessoas nas dependências da casa. Além disso, as crianças carecem de mais supervisão para que contatos físicos sejam evitados.

Enquanto isso, o festival de reprises se impõe no SBT.

COVID

Miwa Yanagizawa vive a enfermeira Lídia na 5ª temporada de “Sessão de Terapia”, que estreia no dia 4 no GloboPlay. Chefe de enfermagem e enfermeira de longa data, ela estava pronta para se aposentar, quando a pandemia dominou o mundo e lhe rendeu um estresse que a levou ao consultório de Caio (Selton Mello).

O GloboPlay lançará apenas os dez primeiros episódios de “Sessão de Terapia” no dia 4, para apresentar cinco novos capítulos a cada sexta-feira, até se completarem 35. Dirigida por Selton Mello, escrita por Jaqueline Vargas e produzida por Roberto d’Avila, da Moonshot, a série original GloboPlay tem parceria com o GNT.

Sessão de Terapia, série
Miwa Yanagizawa interpreta a enfermeira Lídia na quinta temporada da série ‘Sessão de Terapia’ - Divulgação

CESTA

A campanha Band Contra a Fome - Abrace essa Ideia segue arrecadando doações para os mais de 27 milhões de brasileiros em situação vulnerável. A ação, que envolve todas as emissoras de TV e rádio do Grupo Bandeirantes, arrecadou de março até aqui, segundo o grupo, mais de R$ 100 milhões.

As doações são encaminhadas por meio da Cufa (Central Única das Favelas), as ONGs Gerando Falcões e Amigos do Bem. Para efeito de comparação, o Criança Esperança arrecadou R$ 22,7 milhões em 2019 e R$ 13 milhões em 2020. Já o Teleton somou R$ 32 milhões em 2019 e R$ 26 milhões em 2020.

AUDIÊNCIA

14 pontos
marca “Ti-Ti-Ti” no Vale a Pena, 5 a menos que “Laços de Família”

14 pontos
vem marcando a novela “Gênesis”, que voltou a subir, na Record

A BOA DO DIA

Campeã do BBB 21, Juliette Freire conversa com Astrid Fontenelle e companhia
Saia Justa - GNT, às 22h30

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem