Zapping - Cristina Padiglione
Descrição de chapéu racismo Natal

Em entrevista exclusiva, Lewis Hamilton fala a Lázaro Ramos sobre combate ao racismo

Ator gravou a conversa para o Espelho, do Canal Brasil; Fantástico antecipa trecho

Lewis Hamilton no Espelho, com Lázaro Ramos
Lewis Hamilton fala sobre racismo e sua relação com Ayrton Senna a Lázaro Ramos para o Espelho, do Canal Brasil - Divulgação

Lewis Hamilton, que acaba de ganhar mais um título, falou a Lázaro Ramos sobre como é ser o primeiro negro na Fórmula 1, do ônus por se posicionar sobre racismo, da relação com o pai e de Ayrton Senna.

“Neste ano, eu percebi que eu tenho que estar na frente, no topo do pódio, levantar meu punho e levantar a bandeira contra o racismo, minha voz, e espalhar conhecimento em questões e forçar mudanças. Tem acontecido essas reações e essas conversas e no esporte nós estamos lutando pelos direitos humanos. Eu tinha noção, era uma coisa consciente pra mim e da qual eu queria fazer parte. Eu não queria apenas ganhar esse campeonato. Se eu conseguir mudar o pensamento ou o jeito em que uma pessoa olha para o futuro, isso aqueceria meu coração”, diz o piloto.

Sobre Senna, Hamilton fala: "Eu costumava passar os fins de semana com o meu pai quando eu era criança, e o Ayrton era meu piloto favorito. Eu costumava pedir qualquer coisa do Ayrton para o Natal: capacetes, carrinhos, vídeos e livros. Para o Natal e para os meus aniversários, eu ganhava vídeos e documentários do Ayrton".

O Fantástico exibe um trecho da conversa, gravada por videoconferência, neste domingo (22) e o Canal Brasil traz a íntegra na segunda (23), às 23h30.

TRANSFORMAÇÕES

A anunciada saída de Carlos Henrique Schroder da direção de criação e conteúdo da Globo motivou uma tonelada de mensagens trocadas em grupos de roteiristas, diretores e atores nesta sexta-feira (20).
Embora Ricardo Waddington seja velho conhecido de todos, com longa trajetória na dramaturgia e em programas de auditório, há receios sobre os rumos que séries e novelas já aprovadas tomarão a partir de dezembro, quando ele começa a tomar pé do comando da área de entretenimento da casa.
Os efeitos desses novos tempos no ar, no entanto, só virão à tona no primeiro trimestre de 2021.

O REMÉDIO É RIR

O Porta dos Fundos divulgou nesta sexta-feira (20) o primeiro trailer de “Teocracia em Vertigem”, alusão ao documentário de Petra Costa, “Democracia em Vertigem”, que concorreu ao Oscar. Há provocações aos assinantes que cancelaram a Netflix no ano passado por causa do especial de Natal.

Os humoristas avisam que neste ano os insatisfeitos terão de se preparar para fugir do YouTube, onde o novo filme da trupe de humor estará disponível a partir de 10 de dezembro. Há menções a Silas Malafaia, a frases de políticos e, claro, a Jesus Cristo, alvo dos depoimentos vistos em cena.

Porta dos Fundos - Natal
Fábio Porchat no filme de Natal de 2020 do Porta dos Fundos - Reprodução

https://www.youtube.com/watch?v=WHLnGJ9CeKw

AUDIÊNCIA

20 pontos
marcou a novela “Laços de Família” na quinta-feira (19), na Globo, sendo vista por 35% das TVs ligadas em São Paulo no horário. É o recorde da novela no Vale a Pena Ver de Novo, às quintas

28 pontos
registrou “Haja Coração” na quinta (19), também recorde da reprise às quintas na Grande São Paulo. Já na faixa das 23h à meia-noite, a Globo continua passando aperto por causa de “A Fazenda”

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem