Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Angélica se diz 'madura para desbravar caminhos' antes de estreia na HBO Max

Artista comandará Jornada Astral com Vitor diCastro e Paula Pires

Mulher branca com cabelo platinado e cropped rosé em cenário azulado com luminosidade neon

A apresentadora Angélica em seu novo programa, o Jornada Astral, pela HBO Max Laura Campanella

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A astrologia sempre fez parte da rotina da família de Angélica, 48. Tanto que ela fez questão de fazer o mapa astral dos filhos —Joaquim, 16, Benício, 14 e Eva, 9—, assim que cada um deles nasceu. Mas agora o assunto ficou mais sério e a apresentadora vai abordá-lo em seu novo programa, que estreia dia 21 na plataforma HBO Max.

Em 12 episódios, o Jornada Astral receberá convidados famosos que vão bater papo com Angélica e seus co-apresentadores, Vitor diCastro e astróloga Paula Pires. Eles vão rememorar momentos de suas vidas e traçar paralelos com relação à atuação de seus signos nessas passagens marcantes.

"Considero a astrologia uma ferramenta legal de autoconhecimento. Com ela as pessoas buscam muito entender o porquê das coisas. Quem nunca viu nada sobre o tema vai conhecer mais, entender e querer fazer mapa. O programa vai mostrar curiosidades das celebridades costuradas por seus signos", afirma Angélica.

A dinâmica da atração é a seguinte: A cada episódio, duas celebridades são entrevistadas. Em comum, elas têm o mesmo signo solar. No início, entram separadamente na etapa da cabine do passado em que vão relembrar momentos de sua trajetória. Paula Pires, que já terá um mapa astral da celebridade, norteará esses momentos com as explicações relacionadas ao signo.

Depois, chega a etapa da cabine do presente onde ambos os convidados comentam as principais características de suas vidas e de seus signos, o que tem ou não a ver com eles. E na cabine do futuro, cada um escolhe uma palavra que melhor o representa, e Paula falará sobre os caminhos e as movimentações astrológicas que deverão ocorrer mais para frente.

"Como astróloga tenho que ter cuidado ao atender pessoas. Há algumas mais dispostas a conhecer sua sombra do que outras. No Jornada Astral tivemos cuidado de observar os assuntos que seriam tocados. Mas surgiu muita coisa nova só com as respostas dos entrevistados, coisas que não estavam no roteiro", revela Paula Pires.

Entre os convidados estão Thaynara OG, Xuxa, Eliana, Luciano Huck, Sabrina Sato, Preta Gil, Gilberto Gil, MC Guimê e Fernanda Souza. A parte mais humorística fica a cargo do influenciador Vitor diCastro, acostumado a fazer piadas sobre o tema em redes como o TikTok. Eva, filha caçula de Angélica, aliás, ficou craque em astrologia depois de ver os vídeos dele.

"Os famosos que recebemos no programa estão acostumados a dar entrevista a vida toda, mas no Jornada elas são mais profundas. Muitos se emocionaram, contaram coisas inéditas e acessaram lugares diferentes da memória", explica Vitor.

Quem também está feliz da vida é a apresentadora Angélica que após 25 anos deixa a TV para se dedicar ao streaming. "Eu me sinto abençoada por ainda estar em frente às câmeras. Experiência incrível, momento muito especial. Começar essa nova fase é uma bênção dos astros, quase uma forma de mostrar que eu estava no caminho certo", avalia.

Segundo ela, o momento é de amadurecimento. "Pela complexidade e criação conjunta, o Jornada é um dos projetos mais legais que já fiz, sim. Me vejo mais madura para desbravar caminhos, mais feliz com o que estou fazendo, mais inteira e acolhida", emenda.

Angélica encerrou o seu vínculo fixo com a Globo em 2020 e passou a ser contratada por obra certa. Em seu último ano no canal, comandou o Simples Assim e, no início de 2021, lançou no Globoplay o Cartas para Eva.

Ela conta que o mais desafiador dessa nova etapa tem sido justamente se jogar numa jornada diferente de tudo o que já fez. "Apesar de ser um bichinho de TV, estamos vivendo a mudança do entretenimento e da mídia. Público ganha mais opções e nós também por poder mostrar nossa veia artística. Depois de mais de 40 anos de TV, acho justo experimentar outras coisas", reflete ela que entrou no meio artístico aos 4 anos após ganhar um concurso de beleza.

E engana-se quem pensa que as lições tiradas do programa não foram levadas para a vida pessoal. A apresentadora revela que conseguiu tirar algumas coisas do próprio marido, quando ele foi convidado, que nem ela sabia.

"Foi uma experiência gostosa", diverte-se ela sobre o virginiano Luciano Huck. "Não sou uma pessoa fechada, gosto de aprimorar e crescer. Hoje, o programa abriu essa porta para mim. Fomos jogados para dentro de casa na pandemia e tivemos que olhar para dentro. A astrologia ajuda nisso", conclui Angélica.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem