Celebridades

Preta Gil presta homenagem a Paulo Gustavo: 'Vai viver para sempre em nós'

Cantora esteve na cerimônia de cremação ao lado de seu marido

Preta Gil e marido com camisetas de Paulo Gustavo
Preta Gil e marido homenageiam Paulo Gustavo - Instagram/pretagil
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A cantora Preta Gil, 46, e seu marido Rodrigo Godoy, 32, prestaram uma homenagem ao ator Paulo Gustavo nesta quinta-feira (6), dia em que o corpo do ator foi cremado em Niterói, no Rio de Janeiro. O humorista faleceu após complicações por Covid-19 na última terça-feira (4).

O casal estava usando uma camiseta com a foto de Paulo Gustavo, e a cantora publicou um registro em seu Instagram. "Fã Clube do PG, você vai viver para sempre em nós! Hoje foi o dia de dizer adeus a matéria, mas você é muito mais do que um corpo, você é a energia do amor", começou na legenda.

"Amor que está em todos nós, familiares, amigos e fãs. Essa força nunca morre nunca! Obrigada por ter sido um amigo tão inteiro, tão fiel, tão lindo", continuou. "Não só para mim mas para todos os seus amigos."

Em seguida, ela cita a família e amigos do humorista: "Obrigada pelo seu talento e sua arte transformadora, obrigada por me dar de presente Déa Lúcia, Juliana Amaral, Thales Bretas, Susana Garcia, Gael e Romeu!."

"Cuidaremos uns dos outros e manteremos seu legado de amor vivo e ativo para sempre no que depender de mim! Te amo até a eternidade. Obrigada Ingrid Guimarães por essa camisa linda que você fez para nós! Te amo", finalizou.

O casal esteve no velório, que teve um número reduzido de pessoas em decorrência da pandemia do coronavírus. A camiseta foi usada por grande parte dos presentes na cerimônia de cremação do corpo do humorista.

Paulo Gustavo morreu na última terça-feira (4), aos 42 anos, após quase dois meses internado em um hospital da zona sul do Rio, devido a complicações da Covid. Antes da confirmação de morte, a equipe médica já tinha classificado seu quadro como irreversível.

“Após a constatação da embolia gasosa disseminada ocorrida no último domingo, em decorrência de fístula brônquio-venosa, o estado de saúde do paciente vem deteriorando de forma importante”, afirmava o último boletim médico.

O ator foi internado no dia 13 de março e respondeu bem ao tratamento. Porém, no dia 2 de abril, seu estado piorou e ele passou a respirar com a ajuda de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), uma espécie de pulmão artificial.

Nos dia seguinte, a equipe médica identificou uma fístula broncopleural, espécie de comunicação anormal entre os brônquios e a pleura, que foi corrigida. Paulo Gustavo também teve que receber uma transfusão de sangue, segundo seu marido.

Dias depois foi realizada uma toracoscopia, na qual uma nova fístula broncopleural foi identificada e corrigida. “Todos os profissionais têm se empenhado incessantemente pela sua recuperação”, afirmou boletim médico divulgado no último dia 11.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem