Cinema e Séries

Bruna Marquezine celebra estreia no cinema: 'Projeto transformador'

Atriz viverá Ophelia no longa 'Vou Nadar Até Você', competidor do 47º Festival de Cinema de Gramado

Bruna Marquezine na abertura da Exposição 'Devaneios', do artista Gian Luca Ewbank
Bruna Marquezine na abertura da Exposição 'Devaneios', do artista Gian Luca Ewbank - Marcus Leoni/Folhapress
São Paulo

Bruna Marquezine, 24, comemorou, neste domingo (18), sua estreia no cinema com o filme "Vou Nadar Até Você", com lançamento previsto ainda para este ano. A publicação no Instagram da atriz revela que o longa será exibido no 47° Festival de Cinema de Gramado, que começou na última sexta-feira (16) e vai até próximo sábado (20).

Marquezine confessou que sempre sentiu uma "necessidade artística de fazer cinema" e, ao receber a proposta para o filme, decidiu que esse era "o momento certo". "Esse projeto foi transformador e por isso mesmo árduo. Me desafiou em tantos lugares: do meu próprio processo de atuação, muito intuitivo, ao desgaste físico que é rodar um filme nadando por horas, nos horários mais distintos", escreveu. 

A atriz interpreta a personagem principal, Ophelia, uma jovem fotógrafa que acredita ter descoberto quem é seu pai e sai a nado de Santos rumo a Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, onde espera encontrá-lo. Antes de partir, a menina envia uma carta avisando que está a caminho.  

"Tive a alegria de encontrar um diretor, uma equipe e grandes parceiros de cena que me deixaram livre pra descobrir e ser a minha Ophelia, sem limitações. E juntos criamos um universo único, delicado mas potente, lúdico mas consistente, palpável", contou Marquezine, que garantiu ter aprendido muito com a personagem.

"Ophelia mergulha, literalmente, sem querer numa jornada de autoconhecimento, e eu fiz o mesmo. Ela fez com que eu me percebesse mais forte, mas também me apresentou pontos de fragilidade internos e sentimentos que eu ainda não tinha acessado. E isso, para um ator, é um presente", completou a atriz.

O longa conta com a direção de Klaus Mitteldorf e, segundo Marquezine, "é um filme de sutilezas, de beleza estética única. É o resultado do trabalho de uma equipe com muita vontade de fazer arte". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias