Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Murilo Rosa revela projetos e diz que 'quem fica se repetindo não evolui'

Ator fala sobre novela na HBO Max, teatro e sua estreia como apresentador

Murilo Rosa

Murilo Rosa Mathilde Missioneiro - 23.set.21/Folhapress

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

"É um corre para lá, corre para cá, mas estou adorando". A frase é do ator Murilo Rosa, 51, que acumula uma lista de projetos e novidades para 2022. Suas produções incluem desde a apresentação de um reality com famosos e anônimos até as gravações de uma novela para a plataforma de streaming HBO Max.

"Sempre gostei um pouco de tudo, de ousadia e coisas difíceis", afirma o ator, que ficou conhecido durante sua passagem de 22 anos pela Globo. O contrato com a emissora foi encerrado em agosto passado, sendo seu último trabalho na casa a novela "Salve-se Quem Puder", que começou em 2020 e terminou apenas em 2021, por causa da pandemia.

Agora, Murilo se prepara para fazer o que sempre fez, novelas, mas de uma forma diferente, em um serviço de streaming que não tem muita familiaridade com o formato. "Segundas Intenções" está sendo produzido pela HBO Max, terá cerca de 50 capítulos e deve começar a ser rodado em junho. "O brasileiro sempre foi, é e vai continuar sendo apaixonado por novela, e as plataformas já entenderam isso", diz o ator.

Na trama, Murilo dará vida a Rubem, marido da personagem de Camila Pitanga, 44, e um investigador totalmente honesto, que vê sua esposa tentando o levar pelo caminho mais fácil. "É uma história totalmente relevante. [Vamos] falar sobre justiça, em um país como o nosso com tanta injustiça", adianta o ator.

Porém, antes de entrar de cabeça na produção da novela, Murilo vai fazer sua estreia na plataforma como apresentador de reality show. Ele estreia nessa função em The Bridge Brasil, programa que reunirá 14 participantes para construir uma ponte de 300 metros até uma ilha, em 20 dias, para encontrar o prêmio de R$ 500 mil. Ele ainda não tem data de estreia.

"Foi uma coisa diferente para mim. É um reality cinematográfico e os elementos da natureza são como um personagem", afirma. Ao longo do programa, os participantes deverão formar alianças para, no final, decidir quem merece ficar com o prêmio. O escolhido poderá optar por dividir o dinheiro com os demais aliados ou não.

Entre os competidores estarão anônimos e famosos, meio ao estilo Big Brothers Brasil (Globo), que nos últimos anos tem sido dividido entre Camarote e Pipoca. Já estão confirmados em The Bridge a cantora Pepita, os atores Danielle Winits e Fábio Beltrão, o cantor Badauí, a modelo Suyane Moreira, entre outros nomes.

Para Murilo, estar em formatos diferentes e testar coisas novas ajudam a abrir portas para novos desafios. "A diversidade, para mim, é tudo. Não só na vida como também na profissão", acrescenta o artista, que também apresentou o Oscar ao vivo pela TNT no último dia 27.

Murilo está em cartaz também no musical "Barnum - O Rei do Show", onde, além de atuar, canta, faz malabares e caminha pela corda bamba. "É um dos trabalhos mais difíceis que já fiz. Não é só atuar na comédia e no drama, mas caminhar a três metros de altura, sem rede de segurança", conta ele, que tem outros trabalhos inusitados no currículo, como o título no Dança dos Famosos no Gelo, em 2006.

"Barnum - O Rei do Show"está em cartaz no Teatro Casa Grande, no Rio de Janeiro, onde deve permanecer até o dia 30 de abril. Depois disso, Murilo pretende levá-lo em turnê pelo país e, se possível, até mesmo para Portugal. Fora isso, ele diz ter projetos para filmes já no segundo semestre deste ano, mas sem dar detalhes do projeto. "O ator sempre vai gostar de coisas difíceis, quem fica se repetindo não evolui. E o universo do ator me permite tudo."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem