Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades
Descrição de chapéu pantanal

Juliana Paes faz brincadeira com Maria Marruá virando onça em 'Pantanal'

Atriz já havia prometido que transformação não seria no 'estilo X-Men'

Montagem de Juliana Paes - Instagram/julianapaes
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A atriz Juliana Paes, 43, comemorou a exibição da cena em que sua personagem da novela "Pantanal" (Globo), Maria Marruá, se torna uma onça. Em seu Instagram, a artista compartilhou uma montagem que colocou seu rosto no corpo do animal.

"Quem foi?", escreveu ela, perguntando quem teria feito a montagem. "Maria virou onça! Feliz demais por aqui! Obrigada", completou a atriz na legenda. Nos comentários, fãs e internautas também celebraram a cena da novela das 21h. "Sou fã demais", escreveu Ivete Sangalo. "Você é demais", completou Sabrina Sato.

Recentemente, Juliana comentou sobre o processo de construção da personagem, que na primeira versão da novela foi interpretada por Cassia Kis. "A gente vive esse universo às vezes muito estético e eu tenho recebido muitas perguntas nesse sentido: de como é se ver envelhecida ou maltratada", comentou. "Parece que o espírito da pergunta vem no sentido de 'como é fazer esse esforço'."

"Não é esforço nenhum, muito pelo contrário", garantiu, em coletiva de imprensa da qual o F5 participou. "É gratificante poder abrir mão da vaidade, da estética vigente. E, mais do que abrir mão, ver beleza nisso. Eu vejo beleza nisso: nas olheiras, no cabelo branco, vejo poesia nessas marcas do tempo."

A força da personagem, que continua apesar de tudo, é o que faz com que Maria Marruá seja considerada por muitas pessoas como uma mulher que vira onça. Juliana explica que neste remake da novela, essa transformação terá ainda mais aura de mistério.

"Talvez nessa versão o Papa [o diretor artístico Rogério Gomes] tenha escolhido trabalhar ainda mais com esse mistério, com essa dúvida: ela vira mesmo ou isso é falatório de gente do local?", conta. "A gente não vai ver nenhuma cena no estilo 'X-Men', uma transformação completa acontecendo. Acho que essa escolha foi um acerto, porque trabalhar essa percepção, como cada personagem fala dessa mulher que vira onça, é um tempero gostoso de ver."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem