Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Celebridades

Ben Affleck diz que 'ainda estaria bebendo' se fosse casado com Jennifer Garner

Ator recebeu críticas nas redes sociais após comentário

O ator Ben Affleck na premiére do filme "O Último Duelo" - REUTERS
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O ator Ben Affleck, 49, recebeu muitas críticas após ter afirmado em entrevista que se não tivesse se divorciado da atriz Jennifer Garner, 49, provavelmente "ainda estaria bebendo". Os artistas foram casados por 13 anos, e se separaram em 2018.

Segundo Affleck, a relação estava desgastada. "Nós teríamos acabado nos agredindo", contou ele no programa de rádio The Howard Stern Show. "Parte do motivo pelo qual eu comecei a beber é porque me sentia preso", completa ele, que se internou pela primeira vez em uma clínica de reabilitação após o divórcio.

"Eu estava tipo 'eu não posso ir embora por conta dos meus filhos, mas não estou feliz, o que eu faço?'. E o que eu fazia era beber uma garrafa de uísque e dormir no sofá, o que no fim não era a solução", relembrou. Os dois são pais de Violet, 16, Seraphina, 12 e Samuel, 9.

"No fim, nós tentamos, tentamos porque tínhamos filhos, mas nenhum de nós queria que esse fosse o modelo de casamento que as crianças tivessem como exemplo", continuou o ator, que agora namora Jennifer Lopez.

O artista ainda desmentiu os boatos que surgiram na época do divórcio, e disse que apesar dos desentendimentos que ocorreram durante o processo, Garner "é alguém que eu amo e respeito, mas com quem eu não poderia ficar casado por mais tempo".

"Eu sabia que ela era uma boa mãe e sempre torci para que ela soubesse que eu era um bom pai. Eu sei que eu era", continuou. Affleck ainda comentou sobre seu processo de recuperação do alcoolismo, e revelou ter demorado cerca de um ano e meio para ficar sóbrio.

"A cura para o vício é o sofrimento. Você sofre o bastante para que algo em você diga 'eu cansei'. Eu tive sorte, pois atingi esse ponto antes de perder as coisas que são mais importantes para mim. Não a minha carreira ou o dinheiro, mas minha relação com os meus filhos", concluiu.

Nas redes sociais, fãs e internautas criticaram o ator por relacionar seu alcoolismo com o período em que esteve casado com a protagonista do filme "De Repente 30". "Jennifer Garner era boa demais para você", escreveu um.

"Esse homem está falando sério? Ele está jogando Jennifer [Garner] de baixo de um ônibus mesmo ela estando lá para ajudá-lo em seus momentos mais difíceis, levando-o para a reabilitação, mantendo silêncio após o divórcio, colocando os filhos dela e ele em primeiro lugar", disse outro.

"Ben Affleck está realmente culpando Jennifer [Garner] por ele beber? Como se ela não tivesse o levado para a reabilitação três anos inteiros depois de anunciarem o divórcio?", questionou uma terceira. "Desculpe Ben Affleck, mas eram Jennifer Garner e seus filhos que ficaram presos vivendo com um alcoólatra e suportando os sustos de sua bebida", apontou outra.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem