Celebridades

Patrícia Abravanel tira o chapéu para Bolsonaro: 'Toda autoridade é colocada ali por Deus'

Herdeira de Silvio Santos participou do programa de Raul Gil neste sábado (10)

Patrícia Abravanel diz que seu filho e Tio Pato foram pés-quentes na vitória do São Paulo
Patrícia Abravanel diz que seu filho e Tio Pato foram pés-quentes na vitória do São Paulo - Fábio Guinalz/FramePhoto/Folhapress
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Na semana da estreia de seu novo projeto no SBT, Patrícia Abravanel participou do quadro Pra Quem Você Tira o Chapéu, exibido no Programa Raul Gil deste sábado (10).

A apresentadora tirou o chapéu para personalidades como Ivete Sangalo, Anitta, Neymar e Mara Maravilha. Quando perguntada sobre o presidente Jair Bolsonaro, a herdeira de Silvio Santos foi incisiva.

“Ele é nosso presidente no poder. Toda autoridade é colocada ali por Deus. E a gente, como brasileiro, tem que torcer para que ele dê certo. Nós, como brasileiros, temos que orar para que ele tome boas decisões e seja brilhante nesse governo atual", disse, ao tirar o chapéu para o governante.

Patrícia se mostrou inserida nos assuntos sobre política. Ela é esposa do deputado federal Fabio Faria (PSD-RN), que é o terceiro secretário da Câmara na gestão de Rodrigo Maia. “O primeiro gol foi agora. A Previdência foi liberada. Eu sei que não é algo tão popular, mas pro Brasil vai ser bom e a gente depois vai ser grato”, opinou.

Patrícia declarou, ainda, que aprendeu com o pai a ser pró-governo. "Você sabe que o SBT é muito pró-governo. Independente do governante, a gente acredita que tem que estar apoiando", contou ao apresentador Raul Gil. "Apoiou Lula. Era Dilma, apoiou Dilma. Também apoiou o Temer. E se eles fizerem alguma coisa errada, é claro que a gente pode puxar a orelha. Mas a gente tem que ser pró-governo", completou. 

A apresentadora também foi só elogios a Anitta. Após tirar o chapéu para a cantora, contou sobre um episódio que passou com ela e que guarda com carinho.

"Eu queria muito que a Anitta fosse no Máquina da Fama, no final (do Teleton que a cantora participou) fui lá chamar ela para o programa. E ela falou assim: ‘No seu programa? Eu vou porque foi no seu programa, Cante Se Puder, a primeira vez que eu apareci na televisão’. Ela, no auge do sucesso, lembrou que a primeira oportunidade que teve na televisão foi no programa que eu apresentava, e em gratidão, mesmo com a agenda lotada, ela foi para o Máquina da Fama”, contou. 

Patrícia estreia seu novo programa, uma versão renovada do Topa Ou Não Topa, no próximo sábado (17). Com a primeira edição já gravada, a nova atração terá como desafio manter a boa audiência deixada pelo Programa da Maisa nas tardes de sábado, e de superar Raul Gil.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem