Bichos

Peixe fica deprimido após aquário fechar para visitas na pandemia

Mikko acaba de completar 16 anos e tem o hábito de comer os outros peixes do seu tanque

Mikko está comemora 16 anos - Instagram/sealifehelsinki
São Paulo

O peixe garoupa Mikko acaba de completar 16 anos no aquário Linnanmaki Sea Life, em Helsinque, e ganhou bolo de aniversário feito de salmão, com direito a velas. A iniciativa foi uma forma de atenuar o período difícil vivido pelo animal no início da pandemia.

Segundo o Daily Star, Mikko ficou deprimido quando o aquário teve de fechar as portas para visitantes por causa das medidas de isolamento contra o coronavírus na Finlândia. No entanto, esta não foi a primeira vez que ele se sentiu solitário em sua vida. Em geral, o problema é causado pelo hábito que ele tem de comer os outros peixes do aquário.

O último deles foi um peixe-leão-vermelho, que dividia espaço com ele no tanque, mas acabou servindo de comida para Mikko.

“Quando tivemos que fechar a atração, os zeladores e outros funcionários viram claramente que Mikko parecia mais apático por não haver visitantes", disse um funcionário da atração ao Daily Star. "Ele estava mais quieto e distante do que o normal em seu tanque", acrescentou.

Para amenizar a situação e fazer companhia ao peixe, funcionários começaram a realizar seus intervalos para almoço e café junto ao tanque de Mikko. Eles também o escovavam para mantê-lo ativo e instalaram uma TV para lhe deixar menos entediado.

Ainda segundo o Daily Star, Mikko vive no aquário desde 2007, quando foi doado por uma loja por conta do problema de comer os outros peixes que vivem no mesmo tanque que ele. No aquário Sea Life, ele foi transferido de local pelo menos três vezes por motivo semelhante.

Apesar de impopular entre os outros peixes, o peixe azul de 15 kg é um dos animais preferidos dos visitantes do aquário.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem