SPFW

Aborígenes australianos desfilam na SPFW e pedem inclusão 

"Nós estamos aqui para provar ao nosso povo que podemos ser o que quisermos", diz Magnolia Maymuru, 20. Descendente de aborígenes, ela será uma das modelos do desfile de Vanessa Moe, brasileira radicada na Austrália que mostrará nesta terça-feira (29), na São Paulo Fashion Week, uma coleção inspirada na cultura aborígene do país onde mora.

De lá, Moe tirou, com permissão das tribos e das aldeias onde mora o que resta do povo nativo, poás, trançados e grafismos característicos da indumentária deles.

Tudo para não cair na vala da apropriação cultural, palavra do momento no mundo da moda e que significa usar traços de uma cultura não hegemônica e colocá-los dentro de um contexto diferente. Várias grifes, da de luxo Chanel à de lingerie Victoria's Secret, já foram criticadas pela prática.

Moe tem a seu favor, além de uma coleção pensada em conjunto com o objeto de estudo, o fato de que o padrão aborígene é uma das etnias em ascensão no mercado internacional de moda, tendo como maior expoente a australiana Samantha Harris --que não pode vir ao desfile por causa da agenda lotada de trabalhos nos Estados Unidos.

Aborígene que desfilou para Vanessa Moe na SPFW N44

Todas as garotas, exceto uma, são modelos profissionais. Magnolia Maymuru, negra e aborígene, é uma das mais experientes e diz querer mudar a mentalidade da indústria e da própria comunidade. "Quero mostrar para todas as meninas da minha comunidade que nós também fazemos parte da história da Austrália", conta, enquanto prova um dos vestidos da coleção.

A responsável pelo casting do desfile é Terri Smith, dona e fundadora da Terri Creatives, empresa australiana que agencia apenas modelos de ascendência aborígene.

Reunidas em um hotel de luxo na capital paulista, uma delas destoa das caras e bocas das garotas.

Única menina que não é modelo profissional, Miranda Dryden, 20, foi trazida ao Brasil para representar o Naidoc (National Aborigines and Islanders Day Observance Committe), organização que luta pela preservação dos aborígenes australianos.

"Vir ao Brasil desfilar vai abrir muitas portas para nós."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem