Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Você viu?
Descrição de chapéu transporte público

Transporte público de Berlim lança 'bilhetes de maconha' comestíveis

Passagem custa R$ 57 e ideia é, segundo brinca a empresa, ajudar a aliviar estresse do Natal

 'Bilhete de maconha' comestível lançado por empresa de transporte público em Berlim
'Bilhete de maconha' comestível lançado por empresa de transporte público em Berlim - Leon Malherbe/Reuters
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Reuters

A operadora do transporte público de Berlim BVG apresentou um 'bilhete de maconha' comestível que ajudaria, brinca a empresa, a aliviar o estresse das viagens no Natal e o famoso mau humor dos berlinenses.

A campanha pega carona nas notícias de que a nova coalizão alemã pode legalizar a maconha no país e autorizar a sua venda para fins recreativos.

"Claro que tudo isso deve ser levado na brincadeira. Não queremos tomar partido sobre a cannabis, mas usamos esse tópico para espalhar a mensagem que queremos na verdade, que é: no período estressante de Natal, use ônibus, tram [bonde elétrico] ou metrô", diz Jannes Schwenty, porta-voz da BVG

"Tivemos a ideia do bilhete de maconha feito de óleo de cânhamo, sem ingredientes ativos, mas é uma boa campanha. É um filme legal e quem quiser pode comprar um na bilheteria", completa.

O bilhete custa 8,80 euros (R$ 57) e pode ser usado por 24 horas nos ônibus, tram e metrô de Berlim.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem