Você viu?
Descrição de chapéu drogas

ONG distribui maconha para quem se vacinar contra a Covid-19

Nos EUA, iniciativa visa apoiar a ciência e o debate sobre uso medicinal da cannabis

Cannabis Expo - AFP
Eduardo Ribeiro
São Paulo

A ONG DC Marijuana Justice (DCMJ) encontrou um jeito curioso de tentar fazer com que as pessoas se apresentem para ser vacinadas contra a Covid-19 em Washington, Estados Unidos. Quem for até os postos de vacinação poderá sair de lá com um brinde gratuito: um saquinho de maconha.

A campanha recebeu o apelido de “Baseados por Vacinas”. Adam Eidinger, um dos fundadores da entidade, disse que a iniciativa é uma forma de apoiar a ciência.

"Se você acredita na ciência que apoia a cannabis medicinal, deve acreditar na ciência que apoia a eficácia da vacina", declarou ele. "Estamos procurando maneiras de celebrar com segurança o fim da pandemia e desconhecemos algo que seja capaz de unir as pessoas mais do que a cannabis", disse à Forbes Nikolas Schiller, outro fundador do coletivo.

"A DCMJ acredita que a cannabis deve ser consumida com segurança e responsabilidade, e a pandemia tornou incrivelmente difícil para muitos adultos compartilharem sua cannabis cultivada em casa", acrescentou.

Esta não é a primeira vez que a DCMJ distribui maconha por aí. Em janeiro de 2017, a ONG ofereceu milhares de cigarros da erva na posse de Donald Trump. A ONG planejava fazer algo semelhante para comemorar a posse de Joe Biden. Com o avanço da pandemia nos EUA, porém, os planos mudaram: uma nova grande distribuição de baseados deve ocorrer em julho.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem