Você viu?

Juliana Paes diz que é difícil interpretar bandida e é tietada por juiz Sergio Moro

Sergio Moro quebra protocolo para cumprimentar a atriz Juliana Paes durante a premiação em São Paulo
Sergio Moro quebra protocolo para cumprimentar a atriz Juliana Paes durante a premiação em São Paulo - Paulo Lopes-05.dez.2017/Futura Press/Folhapress


O juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba (PR), quebrou o protocolo em uma premiação para beijar a atriz Juliana Paes.

A atriz da Globo, que interpretou Bibi na novela "A Força do Querer" (Globo), venceu o prêmio Brasileiros do Ano, da revista "IstoÉ", na categoria Televisão.

PRÊMIO F5: Saiba quem são os indicados e vote nos seus artistas preferidos de 2017

Em seu discurso de agradecimento, na noite de terça (5), em São Paulo, ela disse "é muito difícil fazer papel de bandida no Brasil, principalmente nesses tempos que vivemos no Rio de Janeiro".

Moro, que já condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e outros acusados da Lava Jato, pareceu ter se empolgado.

Quando ela atravessava o palco para voltar ao seu lugar depois de discursar, ele se levantou para beijá-la. Foi o único dos 20 convidados do palco a fazê-lo.

Moro foi o principal homenageado da noite, que contou com a presença de investigados da Lava Jato como o presidente Michel Temer e o ministro Moreira Franco.

Os globais Luciano Huck e Isis Valverde também estavam lá.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem