BBB21

Carla Diaz e Bil se recusam a participar de documentário de Karol Conká

'A Vida Depois do Tombo' foi lançado nesta quinta-feira

Rapper de sucesso antes do BBB21, Karol Conká saiu da casa com a maior rejeição da história do programa: 99,17% - Reprodução/TV Globo
São Paulo

O documentário da cantora Karol Conká, 34, estreou na madrugada desta quinta-feira (29). "A Vida Depois do Tombo" (Globoplay), que mostra a vida da artista depois da sua participação no BBB 21 e sua rejeição histórica, encheu a Internet de comentários.

Um ponto que chamou atenção foi Carla Diaz, 30, e Arcrebiano não aceitaram participar do filme. Nas filmagens, um aviso aparece dizendo que a atriz não quis participar, e a cantora demonstra um choque mas depois compreende.

"É óbvio que a Carla não viria", começou. "Magoei muito ela, eu expus ela em uma situação ridícula. Eu fico bem assustada quando eu vejo essa cena, que eu tô gritando com a Carla, humilhando ela", continua, "eu fico desconfortável porque realmente não é a pele que eu me sinto a vontade de habitar."

"Entendo bastante ela não querer nunca mais olhar na minha cara ou nunca mais falar comigo e tá tudo bem. Eu peço desculpas mesmo, sinto muito", finaliza. Ela também confirma ter inventado que a atriz estava afim de Bil Araújo: "admito que eu espalhei isso."

"Admito que eu me enganei, que eu me equivoquei e que eu acabei inventando isso na minha cabeça e acabei estragando muita coisa no jogo e nas relações", completa. Ela também entende a escolha de Bil, e diz que "já era de se esperar né?! Tá chateado com a maneira que eu conduzi a relação ali na casa."

"Talvez ele também tenha ficado muito bravo comigo, não só pelas atitudes que eu tive na casa, mas por ele acreditar que eu contribui com o fim do sonho dele que era estar no BBB", continuou. O documentário será dividido em quatro partes.

"Eu entrei com o propósito de ganhar dinheiro, expor mais o meu trabalho e acabei expondo uma parte de mim que não aprovo, não me orgulho e também fiquei surpresa. É, meu auto-sabotei", reflete ela ao longo do trailer.

Em cenas do projeto, também é possível ver o ator Lucas Penteado, 24. Ao rever momentos com o artista, a rapper diz: "eu não ia gostar nem um pouco que tratassem meu filho assim". E ainda conta que "a sensação que eu tenho é que cometi um crime."

O documentário vem recebendo muitos comentários nas redes sociais. "Assisti o primeiro episódio do documentário da Karol Conka e até agora sigo com a mesma opinião: ela é exatamente o que mostrou dentro da casa e não tem nenhum arrependimento do que fez, apesar de ser assessorada para dizer o contrário o tempo todo", diz um internauta.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem