BBB21

BBB 21: Nego Di insinua que se masturbaria se fosse deitar perto de Carla Diaz

Comediante diz que ficaria 'mexendo no guri' em conversa com Projota e Arthur

João Luiz e Nego Di seguem conversando no Quarto do Líder e o comediante comenta sobre Karol Conká. - Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O humorista Nego Di insinuou que se masturbaria se deitasse ao lado de Carla Diaz. Após a vitória de Arthur e Projota na Prova do Líder, o brother ficou na área externa da casa conversando com a dupla, e disse que não se deitaria ao lado da atriz para evitar o ato sexual.

"Não quis deitar do lado da mina. Cê é louco. Com a flauta... [referência ao pênis]. Tira a flauta do case. Eu mexendo no 'guri'", fala o comediante, enquanto fazia um gesto com sua mão que imitava masturbação. E ao dizer que iria tirar "a flauta do case", ele quis dizer que tiraria o pênis para fora de suas calças.

De início Projota estava na brincadeira também, dizendo que o comediante acordaria e olharia "olho no olho da atriz". Porém, ao Nego Di insinuar a masturbação, o rapper se incomodou e disse: "Você tá sendo ridículo agora, não viaja. Você tá falando bosta". Nego e Arthur continuaram a rir das insinuações.

O caso gerou repercussão nas redes sociais, onde os internautas se manifestaram criticando as atitudes de Nego Di. No twitter a palavra "nojento" entrou para a lista de assuntos mais comentados, com tuítes relacionados as falas que o comediante fez.

"Nego Di é totalmente nojento e escroto. Ele insinuou que Lucas poderia fazer algo com uma mulher em uma rua deserta, mas eu teria muito mais medo dele que não consegue deitar do lado de uma mulher sem querer se masturbar perto dela dormindo", escreveu a jornalista Ashley Malia, lembrando que o comediante havia expressado preocupação caso alguma "mulher ficasse sozinha na rua com Lucas".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem