Televisão

Globo suspende gravações de novelas com agravamento da pandemia

Emissora diz previsão é retomar dramaturgia em 4 de abril

Camila (Jéssica Ellen) andando pelas ruas da cidade, sendo seguida - Site F5 - João Cotta/Globo
São Paulo

As gravações das novelas e séries da Rede Globo foram paralisadas novamente em função do agravamento da pandemia do coronavírus. Em comunicado divulgado à imprensa nesta terça-feira (23), a emissora afirmou que as filmagens deverão ficar suspensas por duas semanas.

"Em decorrência do agravamento da crise pandêmica e das medidas restritivas estabelecidas pelas autoridades locais, a Globo se antecipou e definiu que, a partir de hoje, dia 23 de março, as gravações das obras de dramaturgia serão interrompidas", começa a nota.

"Séries e novelas só deverão voltar a gravar no dia 4 de abril, ao final do prazo decretado pelas Prefeituras do Rio de Janeiro e São Paulo. As novas medidas não impactam na programação da TV Globo", finaliza. A decisão também irá afetar as próximas novelas em produção.

"Um Lugar ao Sol", trama inédita das 21h, "Quanto Mais Vida Melhor", que irá estrear às 19h, e "Nos Tempos do Imperador", novela de época das 18h, também tiveram as gravações suspensas. Por enquanto as produções que irão continuar são as do BBB 21, Se Joga, É de Casa e Encontro.

A emissora tem capítulos gravados com antecedência em produções como "Amor de Mãe" e "Salve-se Quem Puder". A segunda produção, por exemplo, já possui os 53 episódios finais gravados sob uma série de protocolos de segurança e restrições para minimizar os riscos de transmissão da Covid.

Ao fim dos capítulos da novela “Amor de Mãe” será exibida uma mensagem com alerta sobre os cuidados contra a Covid-19. Segundo a emissora, quando a trama foi gravada, ainda não havia conhecimento sobre a reinfecção da doença.

Para conter o avanço da Covid-19, o Rio de Janeiro e São Paulo tomaram medidas. No Rio, o "super feriado" será adotado e dos dias 26 de março até 4 de abril estão autorizados a funcionar apenas os serviços essenciais.

São Paulo também irá adiantar os feriados. O estado está em uma fase mais restritiva desde o dia 15, e as medidas deverão durar até a próxima terça-feira (30). O governo paulista ainda não descartou a possibilidade de prorrogação.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem