Televisão

Fábio Porchat diz que Que História É Essa na Globo 'seria ótimo e encaixaria bem'

Atração pode seguir caminho trilhado por Lady Night, de Tatá Werneck

O comediante Fábio Porchat na CCXP 19, em São Paulo - Iwi Onodera/UOL
São Paulo

O apresentador Fábio Porchat, 36, tem curtido muito a repercussão positiva de seu programa no GNT, o Que História É Essa, Porchat?, que ouve histórias das mais divertidas e detalhadas de artistas e anônimos. A atração tem feito tanto sucesso que ficou em primeiro lugar entre os conteúdos mais assistidos da plataforma Globosat Play, e os áudios são os mais ouvidos em formato de podcast.

Com retorno de público e crítica favorável, a atração tem chamado a atenção da Globo, que começou a olhar com carinho para a ideia de transportar o Que História É Essa para a sua programação em 2020.

Uma possibilidade seria o programa ocupar o espaço de Conversa com Bial durante as férias do jornalista Pedro Bial. "Já ouço algumas pessoas falando que seria legal ir para a Globo. Seria ótimo, um formato de programa semanal. Encaixaria bem à noite. É leve, funciona para TV aberta", diz Porchat.

Ele reforça, porém, que até o momento não há nada de concreto nessa informação e nada chegou até ele. A informação foi dada pela colunista Cristina Padiglione, do F5. “Pode ser ótimo, mas são eles [emissora] que têm que querer. O programa não precisa cortar muito. Eu adoraria [essa possibilidade], pois potencializaria o público. Mas isso não chegou até mim.”

A migração do programa seria semelhante ao que aconteceu com o de Tatá Werneck, o Lady Night. Os melhores momentos das duas primeiras temporadas do programa forma exibidos em janeiro deste ano depois de Big Brother Brasil. Procurada, a Globo diz que a informação da substituição de Bial "não procede". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem