Televisão

Em 'Éramos Seis', Adelaide desperta o interesse de Alfredo após morte de Júlio

Filha caçula da tia Emília vai surpreender por suas roupas diferentes e ideias feministas

Adelaide (Joana de Verona)

Adelaide (Joana de Verona) Victor Pollak/Globo

São Paulo

Apesar da paixão e da obsessão que sente por Marion (Ellen Rocche), Alfredo (Nicolas Prattes) terá um novo interesse amoroso nos próximos capítulos de "Éramos Seis", novela das seis da Globo. Será Adelaide (Joana de Verona), filha caçula da rica tia Emília (Susana Vieira), jovem que acaba de voltar da Europa e tem comportamentos e ações à frente do seu tempo.

"Ela vem com ideais muito parecidos com os do Alfredo no sentido político e na forma de ver a vida. Eles vão ter um encontro muito legal. Ela vai despertar ainda mais o lado aventureiro dele", diz Nicolas Prattes. 

Segundo ele, a chegada de Adelaide vai também amenizar o luto de Alfredo pela morte do seu pai, Júlio (Antonio Calloni). "Ela vai ajudar um pouco ele a sair desse buraco em que ele se encontra", relata. 

Os dois vão se conhecer no capítulo programado para ir ao ar na próxima quarta (4). Adelaide, que sabe dirigir, quase vai atropelar Alfredo. Depois disso, ele vai levar o carro da jovem a uma oficina mecânica. Eles ainda vão se encontrar, por acaso, em uma reunião política. 

Usando calças compridas –traje que não era comum para as mulheres nos anos 1930– e cheia de ideias feministas, Adelaide vai viver em pé de guerra com a mãe. Emília vai implicar com a maneira de agir da filha, que não se prende às regras sociais.

A caçula vai brigar pelo fato de a mãe a ter afastado do convívio com a irmã, Justina (Julia Stockler) —Emília faz isso porque não sabe como lidar com a filha mais velha, portadora de um distúrbio mental não diagnosticado na época.  

Embora Adelaide desperte o interesse de Alfredo, ele não vai esquecer tão facilmente de Marion, mulher que foi motivo de brigas entre pai e filho. Em cena que foi ao ar nesta quinta-feira (28), o jovem revela para Júlio que dormiu com Marion.

Os dois discutem e, posteriormente, Júlio passa mal e morre. Alfredo vai se sentir culpado pela morte do pai. Por isso, em um primeiro momento, Nicolas Prattes afirma que o filho problemático de Lola (Gloria Pires) vai achar que o romance com Marion realmente acabou. "Ele acha que o pai vai estar entre os dois para sempre."

Triste com a morte de Júlio, que foi seu amante por tantos anos, Marion decide deixar São Paulo e escreve uma carta para Alfredo. "Primeiro, ele decide seguir o caminho dele, mas Alfredo anda certo por linhas tortas. Ele não consegue ficar longe, e vai atrás dela", adianta Prattes. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem