Televisão

MasterChef: A Revanche: Ansiosa, Haila Santuá afirma que não há mais amadores agora

Jovem é uma das 20 participantes a retornar para a temporada

A publicitária e participante do MasterChef Haila Santuá
A publicitária e participante do MasterChef Haila Santuá - Instagram/hailasantuabrasil
São Paulo

Haila Santuá, 25, teve uma das despedidas mais emocionantes do último MasterChef amadores. Questionada desde o início pelos jurados Erick Jacquin, Henrique Fogaça e, principalmente por Paola Carosella, Santuá surpreendeu os jurados ao longo da competição, mas foi eliminada na reta final.

"A pressão é muito forte, precisava de mais um tempo para me preparar", afirma Haila, que foi convidada para integrar o elenco do MasterChef: A Revanche, que estreia nesta terça-feira (15) e reúne 20 ex-participantes do reality gastronômico. 

Para ela, a competição desta vez será mais difícil. "Todos eles [os demais participantes] têm restaurantes ou trabalham com chefs renomados. Quando a gente entra a primeira vez, são todos amadores, depois cada um passa por suas experiências." 

"É uma temporada muito forte, com participantes de altíssimo nível", completa a publicitária goiana, que confessou estar um pouco apreensiva para o início da competição. 

Entre a eliminação e novo MasterChef, ela afirma que aproveitou o intervalo de tempo para estudar mais sobre gastronomia. Ela também participou de um evento em Aruba, onde foi convidada para criar um prato exclusivo para o restaurante White Modern Cuisine, na quarta edição do festival gastronômico Eat Local. 

Como a especialidade dela é a confeitaria, Santuá escolheu fazer uma sobremesa, que deu o nome de Doux Moment –doce momento em francês. "O nome combina com o prato e com meu sentimento em relação a ele."

"Sou tão sonhadora, mas mesmo assim eu olho e não acredito. Quando voltei da viagem de Aruba e recebi as fotos, fiquei muito emocionada", diz Santuá, ao lembrar que sua vida mudou completamente depois de participar do MasterChef. 

Formada em publicidade, ela afirma que o programa foi a "virada de chave" que definiu seu futuro. Hoje, ela busca se especializar para seguir o sonho de ser uma chefe de cozinha. Santuá foi chamada para trabalhar por alguns dias com o renomado chef goiano Ian Baiocchi. "Foram dias de intenso aprendizado. Inclusive, o prato que eu criei em Aruba foi inspirado em todos os ensinamentos do tempo que passei lá."

Haila Santuá, que aprendeu a fazer bolos com a mãe aos sete anos de idade, afirma que muitas portas se abriram depois da primeira participação do programa, mas que isso não diminui o medo de estar novamente competindo no reality.

"A pressão é muito forte, precisava de mais um tempo para me preparar", contou Santuá. Para ela, a competição desta vez será mais difícil. "Todos eles [os demais participantes] têm restaurantes ou trabalham com chefs renomados. Quando a gente entra a primeira vez, são todos amadores, depois cada um passa por suas experiências."

Ela considera as oportunidades que teve após o término do programa muito valorosas para seu crescimento, mas analisa: "Se passei por tudo isso em tão pouco tempo, imagina quem participou das temporadas anteriores?".

Apesar da ansiedade, a goiana diz estar animada e promete fazer de tudo para não decepcionar os que torcem por sua vitória. "Fui olhar as fotos de divulgação dos participantes e a minha é a que tem mais interação. Não quero decepcionar as pessoas que acreditam em mim", conclui. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem