Televisão

Regiane Alves diz que personagem que agredia os avós seria amada hoje: 'Tempos estranhos'

Dóris foi odiada pelo público em 'Mulheres Apaixonadas', de 2003

A personagem Dóris, interpretada pela atriz Regiane Alves, apanha de seu pai Carlão, interpretado pelo ator Marcos Caruso
A personagem Dóris, interpretada pela atriz Regiane Alves, apanha de seu pai Carlão, interpretado pelo ator Marcos Caruso - Divulgação
São Paulo

Em 2003,  Regiane Alves era odiada em todo o país pela personagem que interpretava na novela das nove, a mimada Dóris, de "Mulheres Apaixonada", da Globo. Na trama, a jovem provocava indignação ao maltratar os avós, Flora (Carmen Silva) e Leopoldo (Oswaldo Louzada). Dezesseis anos depois, a atriz diz acreditar que no momento atual do Brasil, a vilã seria amada pelo público. 

"Os tempos estão tão estranhos que se eu fizesse a Dóris nos dias de hoje, seria amada ", escreveu ela, na tarde de quinta (11), em seu perfil no Twitter.

A publicação soma até a tarde desta sexta (12) mais de 9.000 curtidas. Muitas pessoas concordaram com a atriz. Uma seguidora comentou:  "Exatamente! E isso me atemoriza demais!!!!! Que sociedade é essa? O que esperamos dos nossos filhos? O que esperamos que ele pratique com o outro, com o mundo? Formamos seres empáticos?".

Outro escreveu como a personagem seria defendida:  "'Não... A Dóris, na verdade, defende os avós da superproteção do estado. Quer dar liberdade para eles! Acho até que eles podem seguir no mercado de trabalho, hein?! Ela não faz coitadismo com eles!!' Seria algo nessa linha". 

Uma seguidora lembrou da cena muito aguardada na novela, em que o ator Marcos Caruso, que fazia o pai da vilã, bate na filha de cinto ao descobrir que ela humilhou os avós na portaria do prédio.  "E o Marcos Caruso seria odiado pela surra que deu na Dóris... Provavelmente nem existiria a cena... Não pode bater, tem que dialogar... ", escreveu.

No último capítulo da trama, escrita por Manoel Carlos, a jovem se redime das maldades que fez e chega a ajudar uma idosa que passa mal na rua. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias